Diário da Manhã

sexta, 06 de dezembro de 2019

Notícias

PASSARELA DO SAMBA : Corte LGBT volta ano que vem

29 novembro
09:00 2019

Depois de idas e vindas ficou decidido quarta-feira que a Corte LGBT voltará a ter espaço no Carnaval de Pelotas. O cronograma e a forma do concurso ainda serão definidos.

A decisão foi tomada durante reunião pública promovida pela Comissão de Cultura e Esportes da Câmara de Vereadores com a participação do secretário de Cultura, Giorgio Ronna, representantes da Bah Entretenimento (produtora responsável pelo evento), entidades carnavalescas e movimento LGBT.

DECISÃO foi tomada em reunião pública promovida pela Câmara Municipal

DECISÃO foi tomada em reunião pública promovida pela Câmara Municipal

Já em sua primeira participação a representante da Bah Entretenimento, Andressa Farias fez questão de apaziguar os ânimos de quem suspeitava que a empresa não queria incluir a Corte LGBT na festa. “Nunca houve essa negativa. Se houve alguma indefinição foi por falta de recursos, mas sempre apoiamos a ideia de ter a corte LGBT”, declarou. Conforme a produtora a empresa quer promover uma unidade entre as cortes e garantir que todas tenham os mesmo tratamento e recebam os mesmos serviços, sem qualquer tipo de diferenciação. “Queremos que seja linda e tão bem apresentada como as outras cortes”, disse.

Dissipadas as dúvidas, as discussões ficaram em torno da data e da forma de escolha da corte. Três propostas foram apresentadas: concurso presencial aberto, concurso online aberto ou uma consulta online incluindo apenas as cinco rainhas já eleitas até 2016. O assunto será discutido pelos realizadores do Carnaval 2020 e uma proposta final deve ser apresentada nas próximas semanas.

Para o presidente da Comissão de Cultura e Esportes da Câmara, Marcos Ferreira, o Marcola (PT) a retomada da corte trará um grande ganho para a festa mais popular da cidade por reconquista o espaço da comunidade LGBT que sempre deu grandes contribuições para o carnaval local.  “A retomada da Corte LGBT significa muito para o Carnaval de Pelotas, pois representa a diversidade e a alegria, mas quem mais ganha é a cultura popular por respeitar essa população que sempre fez parte da nossa sociedade e do carnaval”, disse.

 

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções