Diário da Manhã

domingo, 31 de maio de 2020

Notícias

POLÍCIA CIVIL : Agentes da DRACO prendem traficantes

POLÍCIA CIVIL  : Agentes da DRACO  prendem traficantes
14 maio
08:47 2020

Em ações no Laranjal, zona norte e Monte Bonito, apreensão de 26 quilos de maconha

Ofensiva ao tráfico de drogas, foi desencadeada por agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco). Ontem houve ações em três localidades, resultando em prisões de traficantes, e mais de 26 quilos de drogas apreendidas.

MONTE BONITO – De acordo com divulgação da 18ª Delegacia de Polícia Regional (DPR), na manhã de quarta-feira, policiais da DRACO foram até o interior do município. A informação, conforme o delegado Rafael Lopes, era que havia chegado um carregamento de entorpecentes. E a droga estaria armazenada no Monte Bonito. Os policiais realizaram diligências na localidade, e encontraram o suspeito. Na sua propriedade, foram encontrados 22,5 quilos de maconha. O homem foi preso em flagrante, e a droga apreendida.

Tijolos encontrados com traficante na zona norte

Tijolos encontrados com traficante na zona norte

LARANJAL – Noutra ação, a prisão ocorreu no Laranjal. Conforme a divulgação, uma mulher foi presa em flagrante no balneário. Com ela, foi localizada quantidade de cocaína. A droga estava fracionada, o que caracteriza a comercialização do entorpecente. Não foi divulgada a quantidade que a mulher portava.

ZONA NORTE – Já na zona norte, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, houve apreensão de sete tijolos de maconha, totalizando 3,5 quilos do entorpecente. O traficante já estava sendo investigado há alguns meses. Ele foi preso em flagrante, e levado ao Presídio Regional de Pelotas.

CELULAR que havia sido roubado de adolescente, foi recuperado ontem pela Polícia Civil. O trabalho foi de equipe da Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA). Conforme a divulgação através da 18ª DPR, a vítima tem quinze anos, e havia sido roubada no começo do ano. O celular foi roubado por trio, que transitava à Praça Cel. Pedro Osório. Em três meses, o aparelho foi recuperado, e um suspeito foi preso pelo crime de receptação.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções