Diário da Manhã

quarta, 08 de julho de 2020

Notícias

 Mais recentes

POLÍCIA COMUNITÁRIA : BM apresenta resultado dos quatro meses de ação

20 outubro
10:03 2014
FORAM mais de 4000 visitas à comunidade

FORAM mais de 4000 visitas à comunidade

Após a implantação da Polícia Comunitária em Pelotas através dos seus 11 núcleos e 44 policiais militares diretamente envolvidos no programa da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Rio Grande do Sul, o comando do 4° BPM apresenta alguns dados comparativos que demonstram queda em alguns importantes índices de criminalidade. Os dados são de Pelotas e com base nos dados da Secretaria de Segurança Pública, comparando o mesmo período de 2013 e 2014, de 01 de junho a 30 de setembro. O índice total diz respeito aos dados de janeiro a setembro, desde o início do ano.

Pela análise simples dos dados é possível inferir que a exceção do homicídio, crime que aqui em Pelotas a sua maioria está envolvida com o tráfico de drogas, a partir da implementação da Polícia Comunitária houve importante redução em todos os demais dados apresentados, mesmo naqueles em que o número total de 2014 tenha crescido. Isto demonstra uma importante inversão na curva da criminalidade em Pelotas, que antes estava ascendente e agora, descendente.

Segundo o tenente-coronel André Pithan, comandante do 4° Batalhão de Polícia Militar, podemos creditar uma boa parcela sem dúvida destes surpreendentes resultados de queda da criminalidade em Pelotas ao programa de Polícia Comunitária, complementadas com outras ações pontuais realizadas pelo brilhante efetivo da Brigada Militar de Pelotas.

Complementando os dados o efetivo da Polícia Comunitária realizou mais de 4000 visitas à comunidade, todas apontadas em relatório, em média então, são 33 contatos com a comunidade por dia. Também foram realizadas 49 prisões em flagrante, mais 22 procurados pela Justiça presos, 31 prisões por tráfico de drogas e 20 armas de fogo apreendidas.

Segundo o major Rogério Vasconcellos, subcomandante do 4° BPM, além da expressividade dos dados, ressalta-se os diversos depoimentos de agradecimento pelos relevantes serviços prestados pela polícia comunitária, bastando apenas circular pelos bairros atingidos e conversar com a população para se ter essa impressão de aumento na sensação de segurança, destacando que isso também motiva todo o efetivo na continuidade do combate a criminalidade.

Tabela

Fato           2013       2014            Índice período                   Índice total de 2014

Homicídio 16            19                 Aumento 18%                 Aumento 44%

Roubo a pedestre 677   592             Queda 13%                      Aumento 9%

Roubo a Estabelecimento Comercial 185 134 Queda 27%       Queda 25%

Roubo de veículo 75      62                    Queda 17%                         Queda 25%

Furto Qualificado (arrombamento) 760 504 Queda 33%             Queda 10%

Roubo a ônibus 38       36                        Queda 5%                           Aumento 100%

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções