Diário da Manhã

domingo, 19 de maio de 2019

Notícias

Prédio da UPA Bento será usado para Centro Materno-Infantil

Prédio da UPA Bento será usado para Centro Materno-Infantil
15 março
08:52 2019

Grupo formado pela Secretaria de Saúde (SMS), Conselho Municipal de Saúde (CMS) e Universidade Federal de Pelotas (UFPel) apresentou à prefeita Paula Mascarenhas o projeto do futuro Centro Materno-Infantil, que deverá reunir Atendimento a Gestantes e Crianças; Reabilitação, Fisioterapia e Neurologia; e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Regional, no prédio, quase concluído, da UPA Bento, no prolongamento da avenida Bento Gonçalves.

Desde que o Ministério da Saúde (MS) abriu a possibilidade de readequação de uso de prédios construídos para sediar unidades de saúde pública, a Prefeitura mobilizou-se na elaboração de projeto de aproveitamento do imóvel da UPA Bento, em parceria com a UFPel. O grupo foi criado e diversas reuniões realizadas para criação e formatação do projeto.

“Não dá para manter o prédio fechado, como é o caso de muitas UPAs pelo País, por conta da realidade imposta pela falta de recursos. Então, buscamos alternativas para direcionar o uso à saúde da população”, afirmou a prefeita, lembrando que a Prefeitura, hoje, sustenta 65% do funcionamento da Unidade Areal, enquanto a sua participação deveria ser de 25%, de acordo com a proposta inicial de gestão tripartite.

CENTRO MATERNO-INFANTIL

A secretária de Saúde, Ana Costa, informou que o Centro Materno-Infantil estará voltado ao fortalecimento e à ampliação da assistência à saúde materna, neonatal e infanto-juvenil, além da promoção de melhoria de qualidade de vida das gestantes, crianças e adolescentes.

Os serviços clínicos previstos para o Centro Materno-Infantil incluem saúde bucal, com avaliação das gestantes e odonto-pediatria; duas consultas de pré-natal, com exames laboratoriais/testes rápidos, ultrassom obstétrico e vacinas; e acolhimento protegido, voltado a mães e crianças vítimas de violência.

SERVIÇOS NOVOS

O projeto traz a oferta de serviços novos, a cargo da UFPel, a serem sediados no prédio. Trata-se dos setores de Neurodesenvolvimento, com polissonografia, eletroencelografia, consultas neuropediátricas, orientação e acompanhamento; e de Reabilitação, com fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, atividades físicas, laboratório de órteses e raio X.

As acomodações dos serviços foram apresentadas para a prefeita na planta do prédio. O próximo passo do grupo da SMS, CMS e UFPel será o levantamento de mobiliário e de equipamentos disponíveis. Depois, o de recursos humanos para implantação dos serviços possíveis.

A reunião foi realizada na manhã de ontem, no Gabinete da Prefeita.

A reunião foi realizada na manhã de ontem, no Gabinete da Prefeita.

ESTÁGIOS DE APROVAÇÃO

Até o dia 30 de abril, o projeto de aproveitamento do prédio da UPA Bento para sediar o Centro Materno-Infantil do Município deverá ser apresentado à apreciação e aprovação do Ministério da Saúde. Até lá, passará pelo Conselho Municipal de Saúde e por comissões intergestoras do Estado.

“A população vai receber serviços importantes, unificados num mesmo espaço, e com novidades. Trabalhamos para criar a oportunidade, com a parceria da Universidade Federal. Vamos afinar para implantar as possibilidades”, frisou a prefeita.

Participaram da reunião os representantes da UFPel, Marcelo Capilheira e Samanta Madruga; o presidente do CMS, Luiz Guilherme Belletti, e os membros Jaime Fonseca e Paulo Rogério Santos; os assessores de Gabinete da SMS, Leandro Thurow e Paulo Osório, as representantes do grupo de Atenção Básica, Cristina Zimmer e Carla Borges, a arquiteta Jaqueline Peglow, e a servidora do Departamento de Gestão Ambulatorial e Hospitalar, Fernanda Lessa; o assessor especial de Comunicação da Prefeitura, Gustavo Azevedo, e a chefe de Gabinete da Prefeita, Kelli Schaefer.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções