Diário da Manhã

domingo, 05 de julho de 2020

Notícias

Prefeita apresenta retrospectiva de ações contra o coronavírus a vereadores

04 junho
09:06 2020

Paula, que se reuniu por videoconferência com parlamentares, destacou iniciativas que possibilitaram conter o avanço da pandemia na cidade

A prefeita Paula Mascarenhas (foto) participou de reunião da Câmara de Vereadores de Pelotas na manhã desta quarta-feira, por meio de videoconferência, para falar sobre o combate à Covid-19 no município. Paula fez uma retrospectiva das iniciativas executadas desde fevereiro, quando foi iniciado o planejamento de enfrentando à pandemia na cidade, até os últimos dias.

A prefeita lembrou dos primeiros decretos que suspenderam aulas, do fechamento do comércio e restrição de atividades, além da criação do Comitê de Crise para organizar a preparação da rede municipal de Saúde. Ela destacou que as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) tiveram treinamento, assim como a UPA Areal foi preparada para ser referência no atendimento aos adultos com suspeita da doença.

“O número de casos confirmados cresceu, pois também aumentamos a testagem" disse Paula

“O número de casos confirmados cresceu, pois também aumentamos a testagem” disse Paula

“Montamos este Comitê de Crise com pessoas que trabalham com a ciência, mas também com representantes do setor produtivo, pois precisamos manter a nossa cidade caminhando e teremos que, depois, recuperar as consequências desta pandemia sobre a vida das pessoas, sobre os empregos, sobre o desenvolvimento como um todo e vamos precisar trabalhar muito juntos, e todas essas pessoas precisam participar”, explicou Paula.

A prefeita ainda lembrou que, em março, grande parte da população aderiu ao isolamento social, que chegou a atingir o pico de 74%. A partir da segunda quinzena de abril, porém, houve um aumento do estresse por parte da população, com muitas pessoas saindo para rua sem máscara, principal equipamento de proteção individual para evitar a propagação do vírus. Com isso, o Executivo optou pela reabertura gradual das atividades comerciais, com medidas de restrição como uso obrigatório de máscara para acesso, horários reduzidos e permanência ao estabelecimento e ocupação limitada.

Paula falou também sobre o aumento dos leitos de enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para tratar a doença. Em março, o Município tinha cinco UTIs e 17 leitos de enfermaria. Atualmente conta 31 leitos de UTIs e 58 leitos de enfermaria.

“O número de casos confirmados cresceu, pois também aumentamos a testagem, através dos protocolos estaduais, tendo muito mais resultados. Dentre esses testes feitos, há muitas pessoas que tiveram o coronavírus em março, abril e os resultados só estão aparecendo agora, pois agora é que foram testadas”, destacou a chefe do Executivo.

Em relação ao Hospital de Campanha, instalado no Ginásio do Sesi, Paula afirmou que foi uma medida tomada pela Prefeitura ainda no início da elaboração da rede de atendimento à Covid-19. A prefeita espera que não seja preciso internar pessoas no local. A rede de atendimento ainda conta com o Centro Covid, em funcionamento há pouco mais de um mês.

“Estamos montando a estrutura do hospital de campanha. Não sei se irá funcionar, espero que não. Foi um momento de decisão difícil quanto à possibilidade de trazer o Hospital de Campanha, nós não sabíamos como seria a demanda e com o mercado saturado, resolvemos montar antes para não faltar futuramente, o que está em jogo é a vida da população”, afirmou a prefeita.

RETORNO DAS AULAS

Questionada por alguns vereadores quanto ao retorno das aulas na rede municipal, Paula ressaltou que ainda não há previsão da volta, mas que conversas com a Secretaria Municipal de Educação e Desporto (Smed) são realizadas para realizar um planejamento da situação. Segundo a prefeita, não há previsão de retorno antes de agosto.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções