Diário da Manhã

quinta, 09 de julho de 2020

Notícias

Projeto do Pacto viabiliza curso de gastronomia para jovens

Projeto do Pacto viabiliza curso de gastronomia para jovens
11 março
10:43 2020

Os motivos para dez pelotenses do Dunas, Vila Princesa, Navegantes, Sítio Floresta e outros bairros regiões quererem aprender sobre gastronomia são diversos.

Seja pela realização pessoal em trabalhar com o setor, pelo histórico familiar ligado à área ou pelas oportunidades que surgem a partir dela. Através do Start – projeto do Pacto Pelotas pela Paz que capacitou o grupo para o mercado de trabalho –, agora o desejo se tornará realidade com um curso viabilizado gratuitamente pela Co.Place, empresa parceira da iniciativa que capacitará a turma ao empreendedorismo na área gastronômica.

As aulas começam ainda neste mês e terão duração de um mês, no Pelotas Parque Tecnológico. A ideia, de acordo com o coordenador do Start, Pablo Salomão, é que este curso inspire futuras colaborações com a iniciativa privada, de forma a estimular o protagonismo juvenil e abrir portas para oportunidades de conhecimento e trabalho. “Durante o mês eles aprenderão a empreender com baixo custo, utilizando o que eles têm à disposição em casa. É uma chance de estimular a criatividade e ter subsídios para próximos desafios”, ressaltou Salomão.

SONHO ESCRITO EM 2018

A história de registrar e oficializar os sonhos em papel, para o jovem do Sítio Floresta, Bruno Ferreira, de 16 anos, deu certo. Em 2018, quando participou da primeira turma do Start, precisou escrever as metas para o futuro e, entre elas, estava o aprendizado em gastronomia e confeitaria.

“Estou muito feliz porque finalmente vou ter essa oportunidade. Acredito que vai me ajudar muito, inclusive, a desenvolver outras habilidades e a conviver com pessoas da área”, pontuou.

Karen Santos, 16, compartilha da mesma opinião. Segundo a jovem, moradora do Dunas, o curso representa a chance de ingressar futuramente no mercado de trabalho. “É uma área que sempre me interessei e tenho familiares que trabalham com isso. Penso que muitas portas podem se abrir em função disso”, comentou. O coordenador do projeto destacou que os dez jovens foram escolhidos, justamente, pela pré-disposição a estudar gastronomia, indicada durante as aulas.

A apresentação da iniciativa na Associação Comercial de Pelotas chamou a atenção da proprietária da Co.Place, Márcia Campelo, que viu no Start uma forma de colaborar. Nesta segunda-feira (9), a coordenadora de projetos da empresa – responsável pelo gerenciamento de salas e eventos no Parque Tecnológico e também pela cafeteria e área gastronômica do espaço – Renata Padilha, conversou com os jovens sobre o curso.

De acordo com ela, a Co.Place, parceira do Pacto pela Paz e integrante do Pacto Global da ONU, está atenta aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que devem ser implementados por todos os países durante os próximos 10 anos, até 2030. “Trabalhamos, principalmente, conectados a questões sociais, ambientais e econômicas”, explicou.

START

O estímulo ao protagonismo juvenil oportunizado pelo Start já foi reconhecido nacionalmente. A iniciativa, que busca combater a violência no município através da capacitação de adolescentes ao mercado de trabalho, formou 310 jovens – destes, cerca de 40 estão empregados.

O modelo de Pelotas conquistou o nono lugar do Prêmio de Inovação em Política Públicas para Juventude, organizado pela Secretaria Nacional da Juventude. Ligado ao projeto, o Banco de Oportunidades captou mais de 1,3 mil vagas em cursos, oficinas e Jovem Aprendiz. O Start surgiu a partir dele, considerando a necessidade apresentada pelas instituições parceiras do Pacto de conhecer jovens mais preparados ao primeiro emprego.

 

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções