Diário da Manhã

sábado, 20 de abril de 2019

Notícias

RIO GRANDE : Adidos comerciais conhecem o Porto

RIO GRANDE  : Adidos comerciais conhecem o Porto
03 abril
08:48 2019

Adidos comerciais de nove países estiveram no complexo portuário de Rio Grande na última segunda-feira. Eles chegaram ao município através de uma ação da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA) e Farsul e tinham como objetivo conhecer as potencialidades da região.

No complexo portuário, os nove adidos de Austrália, França, Egito, Chile, China, Irã, Japão,  Burkina Faso e Cingapura fizeram uma navegação para conhecer a estrutura portuária e em seguida participaram de uma reunião no auditório do Tecon Rio Grande. Comandada pelo superintendente dos Portos do Rio Grande do Sul, Fernando Estima, a apresentação do Porto do Rio Grande contou com representantes dos terminais privados e operadores portuários que apresentaram as principais potencialidades e gargalos que podem ser resolvidos com atuações conjuntas entre os países presentes.

A missão “AgroBrazil” segue no Estado conhecendo as áreas de plantação e pecuária.

A missão “AgroBrazil” segue no Estado conhecendo as áreas de plantação e pecuária.

“É uma oportunidade que estamos com nove adidos agrícolas de países com sede de suas embaixadas em Brasília, e com vistas à divulgação do agronegócio brasileiro e no nosso caso gaúcho. Evidente que quando nós temos um estado eminentemente exportador, com grandes exportações de soja, o próprio arroz e milho, enfim, madeira, celulose, nós não poderíamos visitar o nosso agronegócio e deixar de ver o nosso grande terminal exportador que é o Porto do Rio Grande”, afirma o presidente da Farsul, Gedeão Silveira Pereira.

Para o superintendente dos Portos gaúchos, Fernando Estima, missões como a ocorrida serão prioridade em sua gestão tendo em vista a ampla necessidade de divulgar os potenciais do complexo portuário seja apresentando sua capacidade instalada para exportação como também as possibilidades de investimento tanto nas áreas portuárias como no Distrito Industrial. “Possuímos muitas possibilidades de parcerias seja em Rio Grande, seja no modal hidroviário e estarem aqui in loco já é um passo fundamental”, conclui o superintendente.

Comentários ()

Seções