Diário da Manhã

segunda, 26 de outubro de 2020

Notícias

RUA LUCIANA DE ARAÚJO : Legislativo acolhe projeto que bane o nome de escravocrata

17 setembro
08:43 2020

Comissão entregou na Câmara, projeto para trocar nome de rua no bairro Cruzeiro

Por Carlos Cogoy

Luciana Lealdina de Araújo (1870/1930)

Luciana Lealdina de Araújo (1870/1930)

Já tramita na Câmara Municipal, o Projeto de Decreto Legislativo, que muda nome da rua Barão de Cotegipe no bairro Cruzeiro do Sul. A iniciativa do ex-vereador Luis Carlos Mattozo, com apoio de lideranças e moradores da localidade, foi acolhida nesta semana pelo vereador Ademar Ornel (DEM). No encontro, que contou com as presenças de Nailê Machado, Carlinhos Nogueira, Jeane Caldeira e Simoni Tomaschewski, também houve a entrega das 560 assinaturas, que solicitam a alteração. O objetivo é uma correção histórica, valorizando a memória, e demarcando uma nova referência simbólica. Assim, ao invés do escravagista Barão de Cotegipe (1815/1889), a rua passará a denominar-se Luciana Lealdina de Araújo (1870/1930), precursora da assistência social em Pelotas, cujo sesquicentenário de nascimento está sendo comemorado neste ano.

Nailê Machado, Carlinhos Nogueira, vereador Ornel, Mattozo, Jeane Caldeira e Simoni Tomaschewski

Nailê Machado, Carlinhos Nogueira, vereador Ornel, Mattozo, Jeane Caldeira e Simoni Tomaschewski

REPARAÇÃO – Além do vereador Ornel, o projeto na Câmara também é subscrito pelos vereadores Daiane Dias (PL), e Reinaldo “Belezinha” Elias (PSD). Trecho da justificativa do decreto legislativo, autoria de Jeane Caldeira: “Apesar da forte presença do negro na cidade conhecida como ‘Princesa do Sul’, a comunidade negra foi, e continua sendo, invisibilizada na história da cidade sulina. Tanto no passado, quanto no tempo presente, a elite branca continua marcando presença no cenário pelotense, dando nome às ruas, praças e escolas. (…) Após os primeiros apontamentos realizados no presente projeto e buscando também a revisão, o reconhecimento, a valorização, a visibilidade e a resistência, é que através de iniciativa de particulares, que se apresenta a proposta para a troca do nome de uma determinada rua de Pelotas. Acredita-se que este projeto poderá ser emancipado, podendo também influenciar para a revisão sobre sujeitos homenageados que dão nome às ruas, praças e escolas do município”.

MÃE PRETA  Luciana de Araújo, é nome de rua em Bagé, onde criou o Orfanato São Benedito em 1909. Antes disso, em Pelotas, fundou o Asilo de Órfãs São Benedito em 1901 que, cinquenta anos depois, mudaria para Instituto São Benedito, e se mantém em plena atividade há quase 120 anos. Na cidade, a “Mãe Preta” foi homenageada com a designação da Escola Municipal Ensino Fundamental Luciana de Araújo – rua Voluntários da Pátria 1.757 -, cuja diretora Simoni Tomaschewski também está empenhada na mudança do nome da rua no Cruzeiro.

 

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções

Seo wordpress plugin by www.seowizard.org.