Diário da Manhã

sexta, 28 de fevereiro de 2020

Notícias

SEM ACORDO : Simp realiza assembleia com indicativo de greve

SEM ACORDO : Simp realiza assembleia com indicativo de greve
27 maio
09:55 2014

Sem avanços na proposta inicial do Executivo, servidores da Prefeitura têm encontro hoje no auditório do Colégio Pelotense e poderão decretar a paralisação dos serviços.

O indicativo de greve está aprovado desde a assembleia realizada no dia 16 deste mês. Ele será levado para o encontro desta terça-feira e, pelo andar da “carruagem” nos últimos dias, a tendência é que o indicativo se transforme em greve. Os municipários fazem hoje às 9h30min assembleia de avaliação da mobilização da categoria que reivindica reajuste salarial de 12,5% mais R$ 100,00 no vale-alimentação.

Ontem, a direção do Sindicato dos Municipários de Pelotas (Simp) esteve reunida com os gestores municipais e não houve avanço na proposta inicial de 6,3% de reajuste no salário e R$ 10,00 no vale-alimentação. É com esta proposta do Executivo que os servidores vão para a assembleia hoje, na qual poderá ser deflagrada a greve da categoria.

ETERPEL – Independentemente do resultado da assembleia de hoje, o Simp realiza amanhã às 18h, na sede do Sindicato, assembleia dos servidores da Empresa do Terminal Rodoviário de Pelotas, que também negociam reajuste salarial e poderão deflagrar greve nos serviços.

CATEGORIA protestou semana passada com ato público e hoje poderá deflagrar a greve

CATEGORIA protestou semana passada com ato público e hoje poderá deflagrar a greve

SANEP – Nenhum avanço nas negociações. Assim está o “relacionamento” entre servidores do Sanep – em greve desde o dia 19 deste mês – e gestores da Autarquia. Ontem, no oitavo dia de greve, o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Saneamento Básico de Pelotas (Simsapel), Renato Abreu, disse que a mobilização dos trabalhadores continua, cada vez com mais força.

“A direção do Sanep está mais preocupada em gastar dinheiro em publicidade do que com os trabalhadores e comunidade”, apontou o sindicalista.

Ainda de acordo com Abreu, cerca de 500 servidores do Sanep estão paralisados, em greve. O percentual dos que estão trabalhando é de 37%, dente os quais os 30% responsáveis pelo serviço essencial: tratamento de água e esgotos.  Enquanto espera manifestação dos gestores da Autarquia, o presidente do Sindicato informa ainda esta semana deverá haver assembleia para avaliação do movimento grevista.

DIFERENÇA – Desde o inicio das negociações, os servidores estão pedindo 12,7% de reajuste, nos salários e no vale-alimentação. Num primeiro momento, a direção do Sanep acenou com 5,73%; depois, mudou para 6%.  Isso significa o INPC do período. E não foi aceito pelos servidores, que em assembleia decidiram pela greve. Na última greve na Autarquia, em 2012, os servidores paralisaram os serviços durante 11 dias. E não obtiveram nenhuma conquista.

Sobre o autor

Rafael Freitag

Rafael Freitag

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções