Diário da Manhã

quinta, 20 de junho de 2019

Notícias

SHOW : Rock e folck com Pedro Nascente

27 dezembro
09:26 2018

Nesta quinta-feira às 20h, som autoral na “Bros Hamburgueria”

Por Carlos Cogoy

Pedro Nascente

Pedro Nascente

Ele está com 21 anos. Jovem talento, com DNA pelotense. Sobrinho do jornalista e músico Marcelo Nascente, e do poeta Rogério Nascente. Pedro, no entanto, nasceu em Porto Alegre, e atualmente reside em Novo Hamburgo. Na Unisinos, está prestes a concluir a formação em produção fonográfica. Na banda “Yellow Boulevard”, que surgiu em março deste ano, ele é vocalista e também toca guitarra, violão e gaita de boca. O grupo, diz Pedro, que reúne Felipe Saul (guitarra e backing vocals), Matheus Cardoso (guitarras de seis e doze cordas, e Lap Stell), Francisco Arias (baixo e backing vocals), e o baterista Eduardo Gaspary, venceu concursos como o Festival de Música de Gramado, e o Garage Band da Unisinos FM. A banda deverá vir à cidade, em 2019, para o show de lançamento do primeiro disco. Já nesta quinta às 20h na Bros Hamburgueria – 15 de Novembro 372 -, oportunidade para acompanhar show solo de Pedro Nascente. No repertório, algumas das composições próprias – ele escreve em inglês e português -, bem como da Yellow Boulevard, e também de algumas das principais referências e influências do rock, blues e folk. Entrada franca.

Banda Yellow Boulevard lançará primeiro disco em 2019

Banda Yellow Boulevard lançará primeiro disco em 2019

TRAJETÓRIA – Vocalista, guitarrista, produtor musical e compositor, Pedro Nascente conta que o interesse pela arte começou cedo: “A motivação surgiu aos onze anos, quando descobri o Queen. Depois, os Beatles, através dos LPs do meu tio que estavam na casa dos meus pais. Nessa época eu não era muito ligado à internet, então a descoberta de novos artistas foi 50% analógica, através de livros e discos. Acredito que isso tenha influenciado no tipo de música que eu ouço e faço, já que na escola meus colegas optavam por ouvir o que tocava no momento, e eu não tinha interesse nenhum naquilo”. Na trajetória, também influência de Elvis Presley, e a descoberta de Bob Dylan, Traveling Wilburys e Tom Petty. “Eu já devia estar com uns quinze anos, ouvia música em CD e vinil, mas raramente no YouTube. Num MP4, reunia músicas desses artistas. Somente em 2012 e 13, comecei a ouvir música digitalmente. E, ao descobrir que a internet tinha todos os álbuns que eu queria, ouvi um pouco de tudo nesse período. Mas principalmente Muddy Waters e Rolling Stones”, acrescenta.

AUTORAL – Pedro Nascente lançou três álbuns: “Delírios sob a noite sem cor”, com folk e rock, em 2015; EP “A Princesa” (2016), que possibilitou assinar com o selo português “Music for All”; “Back to the start” (2017), que tem dez composições folk.

YELLOM BOULEVARD lançou o EP “The Demo Tapes”, que foi gravado em duas horas no estúdio 1Take em Canela. A banda divulga que as “canções foram escolhidas por representarem o estilo de folk e rock raiz. São músicas para serem ouvidas curtindo uma viagem, seja no carro, no ônibus, no metrô ou a pé”. Saiba mais sobre a banda, acessando no Facebook, Instagram, YouTube, Bandcamp, Spotify e Deezer.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções