Diário da Manhã

segunda, 10 de dezembro de 2018

Notícias

Smed busca manter aberta a Escola Nossa Senhora do Carmo

07 dezembro
09:31 2018

Pedido da Mitra Diocesana, de devolução do prédio da Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Nossa Senhora do Carmo até o dia 30 deste mês, direcionado por escrito à Secretaria de Educação e Desporto (Smed) na semana passada, gerou apreensão ao Município e aos pais e responsáveis pelos 79 alunos que frequentam o estabelecimento de ensino.

Emef, que atende 79 alunos da vila Castilhos, funciona em prédio cedido pela Mitra

Emef, que atende 79 alunos da vila Castilhos, funciona em prédio cedido pela Mitra

“Vamos lutar para que a escola não seja fechada. A Smed é sensível aos argumentos apresentados pela direção, professores e funcionários. A instituição de ensino atende a alunos de uma comunidade bastante carente e a própria carência justifica sua manutenção”, afirma o secretário de Educação, Artur Corrêa.

Nesta semana, foi realizada reunião da Smed com a direção, professores e funcionários da escola. Diversas hipóteses foram levantadas. Entra elas, as matrículas seriam asseguradas, para 2019, no Colégio Pelotense. No entanto, em 2020, o processo teria que ser via Central de Matrículas, não garantindo vagas em escolas próximas.
Sensível diante do problema que poderia ser gerado àquela comunidade, envolvendo deslocamentos maiores de alunos carentes, a Smed lutará para que a instituição não seja fechada. Para tanto, se reunirá com a Mitra Diocesana, em encontro a ser intermediado pelo vereador Luiz Henrique Viana (PSDB), nos próximos dias, em busca de solução.
Nesta sexta-feira, a Smed realizará reunião com os pais ou responsáveis pelos alunos, a fim de tranquilizá-los quanto à manutenção de atividades da Emef Nossa Senhora do Carmo, no prédio situado à rua Doutor Amarante, 956.
A escola funciona no prédio cedido pela Mitra há 66 anos, onde é ministrado ensino regular de nível fundamental incompleto, do Pré ao 5º ano.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções