Diário da Manhã

domingo, 25 de agosto de 2019

Notícias

 Mais recentes

SURPRESA NA BAIXADA : Brasil anuncia novo treinador

27 novembro
08:30 2018

Rogério Zimmermann deixa o Brasil e Paulo Roberto Santos é apresentado como substituto no Bento Freitas

Se esperava que a terceira passagem de Rogério Zimmermann pelo Brasil fosse longa como as anteriores. Mas foi rápida e vitoriosa. Em termos de resultado foi tão expressiva como as duas anteriores. A troca no comando do Rubro-Negro foi surpreendente e inusitada. Ao mesmo tempo em que a diretoria – liderada pelo presidente Ricardo Fonseca – anunciava a saída de RZ ocorria a apresentação de Paulo Roberto Santos. “Uma situação incomum, que demonstra a harmonia existente aqui no clube”, disse o dirigente, que esteve acompanhado pela diretoria do Conselho Deliberativo: Cláudio Andrea, Rogério Moreira e Elzaide Lahn (Peto).

Ricardo Fonseca anuncia mudança no comando técnico do Brasil entre os dois treinadores (quem sai e quem chega): situação em comum  Foto: Carlos Insaurriaga/Assessoria GEB

Ricardo Fonseca anuncia mudança no comando técnico do Brasil entre os dois treinadores (quem sai e quem chega): situação em comum
Foto: Carlos Insaurriaga/Assessoria GEB

Zimmermann retornou ao clube no final de agosto. No momento, o Brasil se encontrava na zona de rebaixamento por 10 rodadas nas últimas 12. O treinador comandou o time em 14 jogos, com oito vitórias, um empate e cinco derrotas – aproveitamento de 59,5%. Isolando essas 14 rodadas, o Xavante teve o segundo melhor desempenho (atrás apenas da Ponte Preta). O aproveitamento de Zimmermann colocaria o clube tranquilamente na primeira divisão, porque CSA subiu com 54%, o Avaí com 53% e o Goiás, 52%. Vale lembra que quando o treinador chegou no Bento Freitas, o aproveitamento do time rubro-negro era de apenas 34%.

Sai Zimmermann, vem Paulo Roberto Santos. O treinador foi o responsável pela evolução do São Bento. Ele ficou por mais de quatro anos na equipe de Sorocaba. Chegou ao clube em 1º de novembro de 2013, mas deixou o São Bento em dois momentos, porque o time não tinha calendário no segundo semestre. Foi quando teve passagem rápidas pelo São Caetano e Guarani em 2014 e 2015, respectivamente. O trabalho sequencial se deu a partir de 19 de outubro de 2015 até o dia 25 de junho deste ano.

Paulo Roberto Santos pegou o São Bento nas Série A3 do Paulistão e levou o clube à primeira divisão estadual. A trajetória se repetiu no Brasileiro, saindo da Série D para chegar à Série B. A carreira do treinador é marcada por trabalhos longos: três anos no Atlético Sorocaba e cinco no Rio Claro.

P. Roberto: experiência

P. Roberto: experiência

Calendário do clube atraiu Paulo Roberto

Rogério Zimmermann anunciou na semana passada que não ficaria no Brasil ao final do compromisso contratual, que se estenderia até o encerramento da Série B do Brasileiro. Isso permitiu que a diretoria do clube trabalhasse rápido para preencher o cargo de treinador. Assim foi possível anunciar juntos a saída de RZ e a chegada de Paulo Roberto Santos. O novo contratado admite que o calendário do clube para 2019 (Gauchão, Copa do Brasil e Série B) pesaram em sua decisão de aceitar o convite.

“Obviamente que o Brasil com o calendário que tem, com a força que o Brasil é, especialmente em se tratando de campeonato gaúcho, sendo a terceira força… Somando tudo isso, com o calendário de estadual, Copa do Brasil e Brasileiro, e analisando as propostas que tínhamos, nós optamos pelo Brasil”, disse o treinador, de 54 anos, natural do Rio de Janeiro, e três décadas de carreira.

Paulo Roberto chegou a Pelotas no domingo e vai ficar na cidade até quarta-feira. Nesse período, ele irá trabalhar junto com o diretor executivo Carlos Kila para definir questões sobre a formação do elenco para o Gauchão.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções