Diário da Manhã

sábado, 15 de junho de 2019

Notícias

TRANSPORTE COLETIVO : Acordo entre trabalhadores e consórcio afasta nova greve

TRANSPORTE COLETIVO : Acordo entre trabalhadores e consórcio afasta nova greve
08 janeiro
09:18 2019

O Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário e o Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Pelotas entraram em acordo no último sábado, para a constituição da convenção coletiva. Com isso, foi permanentemente suspensa a paralisação da categoria. Ficou definido o salário de R$ 2.623,88 para motoristas, que em julho passará a R$ 2.649, com pagamento dias 25 e 26, e vale alimentação de R$ 360. Os mesmos percentuais serão utilizados para os demais trabalhadores da categoria. Foi acordado que os dias paralisados não serão descontados em dias de férias ou fins de semana.

Por outro lado, os quinquênios serão congelados e não serão concedidos a novos beneficiários. E haverá redução de adicional noturno de 30% para 20%. O Sindicato das Empresas se comprometeu em entregar ao Sindicato dos Trabalhadores a lista dos trabalhadores que concordam com o desconto da contribuição sindical de 2%.

Durante a greve, a Prefeitura notificou o consórcio para que cumprisse a sua responsabilidade contratual de disponibilizar o transporte coletivo de passageiros. O Executivo também ajuizou uma ação declaratória de ilegalidade e abusividade de greve, no Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT/4), exigindo que o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Pelotas disponibilizasse à população o mínimo legal de 30% de circulação da frota e 60% nos horários de pico (7h às 8h30min e 17h às 19h30min), sob pena de multa. A prefeita Paula Mascarenhas informou que não iria revogar a tarifa porque a missão do Governo Municipal é resguardar o interesse público e proteger o cidadão e se o fizesse os sindicatos teriam de negociar um novo índice, que poderia resultar em uma tarifa mais alta para a população. Com a conciliação, a audiência agendada para a próxima segunda-feira (7), em Porto Alegre, foi cancelada.

 

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções