Diário da Manhã

terça, 25 de junho de 2019

Notícias

VIOLEIROS : Oficina e show no projeto “Violas ao Sul”

VIOLEIROS  : Oficina e show no projeto “Violas ao Sul”
05 abril
08:38 2019

Nesta sexta às 16h, oficina de viola e, às 20h, show na Bibliotheca Pública Pelotense

Por Carlos Cogoy

Violas do Sul do Brasil, Milonga Blues, Cantiga de Eira, Milonga de Arame, Contrapasso/Seo Bugio, Gaudêncio Sete Luas, Chacarera Entre Amigos, Chamame Blues, Uma Avença, Canção da Meia Noite, Solar N º1, Sabor Litorâneo, 10 de Fole. Repertório do disco “Violas ao Sul”, que será lançado hoje em Pelotas. No CD, o talento dos violeiros: Valdir Verona; Angelo Primon; Mário Tressoldi; Oly Jr. Eles, há quase quatro anos, reuniram-se para desenvolver o projeto que ressalta a diversidade sonora proporcinada pela viola. Com aprovação no Procultura/RS, têm ministrado oficinas e apresentados shows em turnê pelo Estado. Nesta sexta será a vez de Pelotas.

PROGRAMAÇÃO – Das 16h às 18h, os músicos estarão na Bibliotheca Pública Pelotense. No local, ministrarão oficina gratuita.  Trata-se de encontro informal, mesclando as dicas técnicas com experiências das trajetórias artísticas. Para participar, inscrição via email: oficinaviolasaosul@gmail.com. Já às 20h, o quarteto estará apresentando o concerto “Violas ao Sul”. Como ingresso, a doação de quilo de alimento não perecível.

VIOLA – Verona acrescenta: “Temos várias informações acerca da presença da viola por essas bandas, como sendo um dos primeiros instrumentos de cordas a aportar por aqui. Ela vem pelas mãos dos jesuítas que  a utilizaram na catequização dos índios. No Sul, veio muita viola trazida pelos tropeiros, também os açorianos trouxeram violas. Em gravações fonográficas podemos destacar o trabalho dos ‘Tapes’. Também José Mendes gravou músicas com viola. Temos muitas gravações em nosso cancioneiro com violão de doze cordas simulando o som do instrumento, poderia destacar o som dos ‘Almôndegas’. No meio nativista,  o multi-instrumentista e produtor musical Nelcy Vargas fez inúmeras gravações”.

DISCO (Foto), reúne ritmos como a milonga, música moura, blues, e a música de origem açoriana

DISCO reúne ritmos como a milonga, música moura, blues, e a música de origem açoriana

TALENTOS

VALDIR VERONA é natural de Caxias do Sul. É músico com mais de 25 anos de carreira profissional, tendo trabalhado ao longo desse tempo com apresentações musicais em diversos formatos: solo; duos; trios; grupos; músico acompanhante; aulas de música; produções e direções musicais. Um dos maiores e mais atuantes representantes da viola no sul.

MÁRIO TRESSOLDI é arranjador, compositor, produtor musical, pesquisador da cultura do litoral norte do Estado, integrante do grupo Chão de Areia, bacharel em música (cordas) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, professor de violão, técnica vocal, teoria e harmonia funcional. É atualmente um dos compositores e músicos mais premiados nos festivais do Brasil.

ANGELO PRIMON é músico, compositor, produtor, destacado como um dos mais importantes instrumentistas de sua geração, com mais de duas décadas, atuando lado de inúmeros artistas do Brasil e do Uruguai, tendo recebido o Prêmio Açorianos de Melhor Instrumentista em 2006 e 2008, pesquisa já há alguns anos as sonoridades orientais e populares, de instrumentos como a viola de dez cordas, viola de cocho, o oud árabe e o sitar indiano.

OLY JR. é cantautor, atuante na cena musical desde 1998, tem onze discos lançados, quatro Prêmios Açorianos de Música (2010 e 2012), participou de festivais nacionais e internacionais de blues, em coletâneas musicais do gênero, funde milonga com blues, explorador da técnica do slide, reconhecido como um dos mais atuantes e originais da cena blues do Brasil.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções