Diário da Manhã

sexta, 28 de fevereiro de 2020

Notícias

 Mais recentes

VIOLÊNCIA : Assaltos lideram as ocorrências

03 junho
08:54 2014

Os assaltos lideraram as ocorrências registradas na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento.  O mais violento foi contra um rapaz de 24 anos que levou uma facada no rosto, ao ter reagido ao roubo. O fato ocorreu na madrugada de ontem, na Rua Anchieta, local em que ele foi abordado por dois homens armados. Além de ter resultado com ferimento, o jovem teve de entregar a carteira, celular e uma mochila.

Uma lancheria localizada na Rua Tiradentes foi assaltada no domingo, por volta das 21h, por quadro homens armados com revólveres. Eles invadiram o local, roubaram R$600,00 e fugiram numa motocicleta Honda Titan de cor preta, pertencente ao estabelecimento. O registro policial foi feito pela comerciante vítima do assalto. Ela foi agarrada pelos cabelos, por um dos bandidos, que exigia que esta lhe desse mais dinheiro. O caso será investigado pelos agentes da Delegacia de Roubos. Uma menina de seis anos que estava no local teve a arma apontada para sua cabeça.

Bolsa e celular, além de documentos foram os objetos que uma jovem teve de entregar aos dois assaltantes de moto que lhe abordaram quando esta caminhava pela rua, às 19h. A vítima não tinha dinheiro e por causa disso foi ameaçada pelos bandidos. Ambos permaneceram de capacete durante o roubo.

Quatro homens armados com bastões de madeira e revólver assaltaram um homem de 48 anos que se deslocava para o trabalho, na madrugada de ontem. O roubo ocorreu na Zona Norte.  Dois dos bandidos se aproximaram e gritaram “perdeu”, ordenando que a vítima descesse da bicicleta. Mais dois homens apareceram se apoderando de uma bolsa com roupas, dinheiro, celular e até a marmita de comida foi roubada. A vítima foi agredida a coronhadas na cabeça e pauladas nas costas.

Um casal de 57 anos foi abordado por dois homens, quando tentava embarcar em seu carro, na Rua Gonçalves Chaves, às 23h.  Um dos homens puxou a mulher que já estava dentro do veículo e a agrediu a socos, roubando a bolsa com celular, documentos e R$ 300,00.

Na Rua Paulo Zanotta da Cruz, no Bairro Fragata, uma comerciante de 45 anos teve seu carro invadido por dois homens armados. Um deles bateu com revólver no balcão e roubou R$ 100,00. A dupla fugiu a pé.

PLANTÃO DE POLÍCIA

◘ Acidente

O motorista de um Ford Del Rei perdeu o controle do veículo na esquina das avenidas Zeferino Costa e Leopoldo Brod, na Zona Norte. O acidente ocorreu por volta das 22h de domingo. O veículo caiu em uma valeta que existe no local. Os Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e Brigada Militar foram acionados, mas o motorista não foi localizado.

Morte

Gisele Peixoto da Silva, de 32 perdeu a vida em um acidente de trânsito ocorrido na noite de sexta-feira, quando conduzia uma motocicleta pela Rua Vinte do Núcleo Habitacional Getúlio Vargas e colidiu contra uma charrete.  A vítima foi socorrida, mas morreu a caminho do hospital.

Baleado

Na noite de domingo, por volta das 19 h, um homem de iniciais C.L, de 19 anos, foi baleado na perna direita. Ele estava na Rua Quatro do Núcleo Habitacional Getúlio Vargas, quando sofreu o ataque. Os suspeitos passaram em uma motocicleta atirando contra o rapaz, que foi socorrido e levado ao Pronto-Socorro de Pelotas. O caso será investigado pelos agentes da Delegacia de Homicídios

Estrangeiros  

Possíveis prisões de estrangeiros foi tema de um encontro realizado em Porto Alegre pela Superintendência dos Serviços Penitenciários. O debate ocorreu na sede da Defensoria Pública da União (DPU) e reuniu integrantes do Departamento de Tratamento Penal (DTP).

A diretora do DTP, Sandra Fonseca, afirmou que o objetivo do evento foi debater e esclarecer dúvidas. As mediadoras Ana Luisa Zago e Patrícia Chaves, defensoras públicas, abordaram temas como o papel dos consulados e embaixadas, auxílio reclusão e gerenciamento de conflitos.

O evento destacou o 2º encontro do projeto Multiplicadores de Direito, que neste ano teve foco na qualificação dos servidores penitenciários que irão trabalhar com presos estrangeiros no período da Copa de 2014. Cerca de 30 profissionais, entre defensores públicos, coordenadores técnicos, psicólogos, assistentes sociais e advogados participaram do encontro.

O projeto Multiplicadores de Direito é uma parceria da Susepe com a DPU e ocorre por meio da Escola do Serviço Penitenciário (ESP) e do Departamento de Tratamento Penal (DTP).

Estiveram presentes também a vice-diretora do DTP, Mariza Rosa, a coordenadora técnica do DTP, Neiva Maria Fernandes e o delegado da 2ª Delegacia Penitenciária Regional, Armando Maciel.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções