Diário da Manhã

segunda, 10 de agosto de 2020

Notícias

VIOLÊNCIA : Mais dois homicídios em Pelotas

VIOLÊNCIA : Mais dois homicídios em Pelotas
27 março
08:54 2014
é retirado de dentro de um córrego Foto: Divulgação/DM

é retirado de dentro de um córrego
Foto: Divulgação/DM

Em menos de 24 horas Pelotas registrou dois homicídios, elevando para 27 o número de casos. Num dos crimes o suspeito já foi identificado. As vítimas são: Francisco Juarez Falcão da Silva, de 38 anos, e Felipe Eslabão Lopes, de 20 anos, o “Lebrinha”, que foram mortos a tiros.

Na tarde de ontem Francisco Juarez Falcão da Silva, foi morto com cinco tiros, na esquina das ruas Nova Prata e Quaraí, próximo ao clube Valverde, no Laranjal. Após o crime, o acusado teria jogado o corpo da vítima em um córrego.

O autor do crime, um homem de 42 anos, foi localizado pela Brigada Militar, após testemunhas terem informado seu endereço. Ele estava de posse de um revólver de calibre 32. O suspeito foi preso em flagrante e levado até a Delegacia de Polícia e Pronto Atendimento, onde teria prestado depoimento e assumido a autoria do assassinato. Segundo foi apurado por policiais que atenderam a ocorrência, o motivo do crime estaria vinculado a uma acusação de furto. Vítima e acusado teriam tido uma discussão pela manhã, voltando a se enfrentar na parte da tarde. Os Bombeiros retiraram o corpo do local aonde foi jogado.

NAVEGANTES – O 26º homicídio ocorreu na noite de terça-feira, vitimando Felipe Eslabão Lopes, que foi encontrado morto por moradores, na Rua Direitos Humanos, no Bairro Navegantes.

Uma viatura da Brigada Militar chegou ao local pouco depois das 22h e encontraram o rapaz com diversos ferimentos provocados por arma de fogo. Perto do corpo estavam, uma cápsula de munição calibre 44, R$ 23,00 , a chave de uma moto e um celular. Baleado, talvez na tentativa de tentar fugir do local, Felipe teria colidido com a moto contra um carro. O caso está sendo investigado pela Equipe de Homicídios, assim como o outro assassinato. Em ambos locais compareceram equipes da Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias e Brigada Militar.

DETENTO – Um detento do Regime Semiaberto foi baleado na noite de terça-feira, quando retornava ao Presídio Regional para cumprir pena no Albergue. As circunstâncias do atentado serão investigadas.

Enfrentamento da violência doméstica

O chefe de Polícia, delegado Guilherme Yates Wondracek, participou ontem do Seminário de Capacitação para Gestores sobre a Rede de Atendimento da Segurança Pública para o Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar. O evento, que teve abertura oficial pela manhã no Hotel Continental, em Porto Alegre.

Após a abertura, foi realizado o painel “A violência doméstica e familiar no Brasil e as políticas públicas do Governo Federal”, com Luana Grillo, coordenadora nacional de Políticas para as Mulheres.

Na parte da tarde, os trabalhos iniciaram às 13h30min, com o debate “A rede de atendimento da Segurança Pública para o Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar”. O debate foi mediado por Raquel Gomes, chefe de Gabinete da SSP e teve como debatedores o major Luis Fernando Linch, coordenador do Observatório da Violência contra a Mulher; Andrea Brochier, coordenadora estadual da Sala Lilás; delegada Anita Klein, coordenadora das Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher (DEAM) e a tenente-coronel Nádia Gerhard, coordenadora estadual da Patrulha Maria da Penha. Logo em seguida, às 16h, Ariane Leitão, secretária de Políticas para as Mulheres do RS, fez uma palestra sobre a Rede Lilás.

Dupla é presa após assaltar taxista

Dois homens foram presos em flagrante pela acusação de terem assaltado um motorista de táxi. A dupla solicitou uma corrida até o Bairro Fragata, local em que um deles armado de faca anunciou o roubo, enquanto o outro tentou imobilizar o motorista com um cinto. Os bandidos roubaram R$ 150,00 e fugiram, porém a Brigada Militar foi acionada, conseguindo detê-los numa rua próxima de ontem tinham praticado o assalto. O dinheiro da vítima foi recuperado e os dois foram encaminhados à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento.

———————————————————————————————

FUNCIONÁRIOS da Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) se reuniram ontem em frente ao Presídio Regional de Pelotas (PRP) com uma faixa indicando a paralisação, os servidores que aderiram ao movimento estadual e seguirão em greve por tempo indeterminado.

Eles reivindicam a equiparação ao reajuste salarial concedido aos policiais civis, regulamentação de aposentadorias das mulheres do quadro funcional para 25 anos, revisão da tabela dos agentes penitenciários administrativos, além das promoções, que estariam atrasadas desde setembro do ano passado. Os servidores grevistas pretendem fazer manifestações em frente aos presídios em todo o Estado.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções