Diário da Manhã

terça, 15 de junho de 2021

Notícias

Esporte Clube Pelotas/Phoenix apresenta projeto à Paula

29 janeiro
16:13 2014

A vice-prefeita Paula Mascarenhas recebeu, na tarde desta terça-feira (28/01/2014), em seu gabinete, o coordenador do Departamento de Futebol Feminino do Esporte Clube Pelotas, Marcos Planela Barbosa, que veio apresentar a ela o Projeto Phoenix de Futebol Feminino Lobas, que será desenvolvido neste ano com o grupo, além de pedir o auxílio da prefeitura para algumas demandas.

Barbosa, que estava acompanhado de três atletas do time, explicou que nesta temporada em que completará 18 anos, o Esporte Clube Pelotas/Phoenix busca qualificar-se e, mais uma vez, diferenciar seu trabalho com o futebol feminino.

projeto ec pelotas dia 30-2

Paula em reunião com Marcos Planela Barbosa, três atletas do time das Lobas e o vereador Luiz Henrique Viana (Foto: Eduardo Beleske)

Uma nova comissão técnica está sendo montada para conduzir as atividades de um grupo jovem a ser formado, visando às competições da temporada e também objetivos que vão além “das quatro linhas.” Além disso, haverá um conselho de pais e responsáveis que se reunirá mensalmente para ter conhecimento do trabalho e avaliações do progresso nos treinos e jogos e também da prestação de contas dos valores arrecadados de patrocínios, doações e promoções e sua efetiva aplicação.

Conforme o Projeto, o trabalho terá três frentes de atuação:

– uma equipe adulta, com algumas remanescentes do grupo de 2013(sete no total), que atuando com o nome de Phoenix, jogarão competições na cidade e região, a princípio nas modalidades de beach soccer e futsal. A cada competição se juntarão a elas de três a cinco atletas convidadas para completar o grupo (ex-atletas do EC Pelotas/Phoenix ou algumas da categoria sub 17);

– a Escolinha de Futebol do Esporte Clube Pelotas/Phoenix, para meninas com idade entre 8 e 12 anos. As atividades começarão no dia 6 de março e serão centradas no Futsal, mas também haverá treinos de adaptação/transição ao campo, inicialmente em Futebol de Sete;

– a categoria sub-17, para meninas com idade entre 13 e 17 anos (nascidas entre 1997 e 2001), com o início de suas atividades em 1º de março.

Barbosa destaca que essa será a categoria principal do Projeto em 2014.  “A proposta é formar um grupo de 30 atletas nesta faixa etária e pela primeira vez disputar o Campeonato Gaúcho da categoria”, disse, lembrando ainda que as “Lobas” são a marca mais tradicional do futebol feminino no Estado, sendo a mais antiga em atividade, disputando competições oficias de âmbito estadual e nacional.

O coordenador explica que todas as atletas deverão ser estudantes, sendo que será mantido acompanhamento sistemático sobre a frequência e desempenho delas na escola. “Na disputa da Copa 18 anos do E.C. Pelotas/Phoenix, em julho, somente serão listadas para participar dos jogos as atletas que naquele momento estiverem aprovadas em todas as disciplinas e sem faltas à escola, aos treinos e demais atividades”, explicou.

Por meio de parceria com a UFPel e apoio do Conselho de Pais e Responsáveis, o Projeto viabilizará aulas de reforço para meninas que estejam com dificuldades em alguma disciplina escolar.

Ainda com referência aos estudos, para o segundo semestre, será buscada parceria com uma instituição de ensino, para destinar bolsas integrais em cursos de preparação para o Enem a cinco atletas que estejam no ensino médio e até julho com o melhor rendimento escolar. De imediato, a vice-prefeita colocou a disposição do grupo, vagas no Pré-Enem nos Bairros.

Ao longo do ano, uma vez por mês, ocorrerão palestras para o grupo de atletas, sobre temas diversos e com profissionais de diversas áreas, tais como, psicólogos, árbitro de futebol, nutricionista, fisioterapeuta, fisiologista, técnicos e preparadores físicos de outras categorias do clube, médicos – traumato/ortopedista e uma ginecologista.

Sobre a participação das atletas em competições, Barbosa explicou que a Seletiva da CBF em Pelotas, prevista para o segundo semestre, só ocorrerá se 100% das atletas estiverem, naquele momento, aprovadas na escola. “Nossa confirmação de disputa no Campeonato Gaúcho também estará diretamente vinculada ao rendimento escolar do grupo de atletas”, ressaltou o coordenador, lembrando que, no final do ano, somente viajarão a Santa Catarina aquelas que estiverem aprovadas no ano letivo.

A solidariedade também se fará presente no dia-a-dia das atletas, por meio do “Movimento Lobas Solidárias”, com diversas ações ao longo do ano.

Barbosa solicitou à Paula, auxílio para conseguir, junto à direção do Parque do Sesi, a disponibilização de área plana para realizar treinamento com as atletas do time.

O coordenador ainda solicitou informações sobre a disponibilização de recursos públicos para ajudar em projetos do time. Paula lhe explicou que uma Lei Municipal de Incentivo ao Esporte está sendo estudada pelo prefeito Eduardo Leite e por ela, para que sejam destinados recursos a diversas modalidades esportivas.

Paula se colocou a disposição do grupo para ajudar no que for preciso, solicitando que Barbosa envie documento com as demandas para que sejam avaliadas e encaminhadas para atendimento.

O vereador Luiz Henrique Viana (PSDB) acompanhou o encontro.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções