Diário da Manhã

domingo, 05 de julho de 2020

Notícias

PANDEMIA : UFPel desenvolve plataforma projetando necessidade de leitos

29 maio
09:31 2020

A Universidade Federal de Pelotas desenvolveu uma plataforma para projeção de necessidade de leitos durante a pandemia da Covid-19. A ferramenta é destinado para municípios de pequeno e médio porte e tem como objetivo auxiliar gestores e gestoras da área da saúde a planejar o enfrentamento da pandemia.

De acordo com o professor da Faculdade de Enfermagem, Bruno Nunes, a ferramenta utiliza parâmetros publicados em artigos científicos que utilizam dados de países que iniciaram o distanciamento social tardiamente e se encontram em um estado mais avançado da epidemia. “Estamos desenvolvendo a plataforma com as referências mais técnicas possíveis e baseada nas melhores evidências científicas existentes”, explica. Contudo, os gestores podem adaptar os dados de acordo com a realidade do seu município se acharem necessário.

A ferramenta está sendo atualizada conforme novos dados são disponibilizados, o que permite maior precisão nas projeções. “A nossa equipe está trabalhando constantemente no desenvolvimento do modelo. Os dados divulgados pela pesquisa de base populacional que a Universidade está desenvolvendo já foram atualizados no sistema e, à medida que tivermos novos dados das próximas fases, teremos uma atualização mais precisa das necessidades de leitos. Quanto menos estimativas tivermos e mais dados concretos, melhor o modelo fará as predições”, ressalta Bruno.

ESTUDO é atualizado conforme novos dados disponibilizados

ESTUDO é atualizado conforme novos dados disponibilizados

A plataforma foi desenvolvida por uma equipe interdisciplinar composta por cientistas das áreas de Epidemiologia, Medicina Social, Educação Física, Enfermagem e Matemática. “São onze pessoas envolvidas e estamos contando com a participação de três jovens cientistas que estão sendo fundamentais na criação da plataforma”, destaca Bruno.

De acordo com a professora do Departamento de Medicina Social, Anaclaudia Fassa, a plataforma mostra claramente a importância da manutenção do isolamento social no momento de aceleração da epidemia e auxilia na projeção, não somente da quantidade de leitos necessários, mas também do momento de pico das necessidades de leitos. “Esperamos que a plataforma seja útil para apoiar os gestores municipais no enfrentamento da epidemia”, aponta.

A ferramenta oferece um tutorial para guiar os gestores durante o processo e pode ser acessada em: https://covidpelotas.shinyapps.io/covid/.

ALERTAS

A aplicação do modelo para cidades de grande porte ou países pode gerar estimativas incorretas, principalmente sobre a data de ocorrência do maior número de casos hospitalizados (pico da curva).

Além disso, modificações nos parâmetros epidemiológicos demandam um conhecimento técnico significativo dos conceitos, significados e implicações das suas alterações.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções