Diário da Manhã

quinta, 13 de agosto de 2020

Notícias

Saiba o que determina o tipo de exame a ser feito para Covid-19

20 julho
08:44 2020

População que procura a rede pública de saúde deve passar por avaliação médica para ter a indicação de exame. O tipo de teste a ser feito corresponde à janela imunológica em que o paciente se encontra

Entrando no quarto mês da pandemia causada pelo novo coronavírus,e com a ocorrência crescente de casos positivos, Pelotas tem registrado, também, um acréscimo no número de exames para confirmar ou descartar a contaminação. Nesta semana, o Município ultrapassou os 9 mil testes, sendo parte feita pela rede pública de saúde e por laboratórios privados e, o restante, através da pesquisa EPICovid-19 da UFPel. Algumas pessoas têm dificuldade de compreender o protocolo para a realização dos testes – na rede pública, só podem ser realizados a partir de avaliação médica e conforme o período em que surgiram os sintomas de síndrome gripal.

Conforme o protocolo previsto na Estratégia de Enfrentamento à Covid, criada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e preconizado pelo Ministério da Saúde e governo estadual, todas as pessoas que apresentarem sintomas gripais e procurarem unidades-referência para esse atendimento, após avaliação médica, poderão ser testadas. Mas, o tipo de exame e o momento em que será feito dependem do que os especialistas chamam de “janela imunológica”, ou seja, o período em que começaram a surgir sintomas gripais, como febre, tosse, coriza, dor de cabeça, garganta ou até mesmo dificuldade para respirar.

EXAME PCR (Teste de Biologia Molecular)

EXAME PCR (Teste de Biologia Molecular)

QUANDO E QUAL TESTE FAZER?

O exame PCR, também identificado como Teste de Biologia Molecular, deve ser feito até o 7° dia do início dos sintomas, com preferência entre o 3° e o 5° dia. Ele é resultado da coleta de material do nariz e da garganta do paciente. Quando coletado na rede pública de saúde, é analisado pelo Laboratório Central do Estado (Lacen/RS). Segundo a nota técnica da Vigilância Epidemiológica da SMS, as pessoas que estiverem dentro desse prazo terão, mesmo tendo sido atendidas nas unidades especializadas em receber pacientes com síndromes gripais, a coleta do exame realizada em casa pela Vigilância Epidemiológica.

Outro tipo de exame – teste rápido sorológico, capaz de mostrar se a pessoa já esteve em contato com o vírus e detectar a presença de anticorpos -, deve ser feito a partir do 10° dia do início dos sintomas.

“As pessoas que procurarem os serviços e não tiverem no período correto para realizar o exame serão notificadas, no caso de PCR, para a Vigilância para proceder a coleta. Se for o caso de teste rápido, serão orientadas sobre o período adequado para coletar nas UBSs”, esclarece a chefe da Vigilância Epidemiológica, Carmem Viegas.

A DETERMINAÇÃO da Epidemiologia local é que todas as pessoas contactantes, que tenham convivência domiciliar com casos confirmados para Covid-19, analisados em exame PCR, podem realizar teste rápido. O exame deve ser feito a partir do 10° dia do início dos sintomas do contato confirmado para Covid.

Conforme a secretária de Saúde, Roberta Paganini, “a determinação do exame, seja a data, seja o tipo, será feita após avaliação médica. Pacientes com sintomas leves, preferencialmente, devem ir à uma Unidade Básica de Saúde, no período da manhã, ou ligar para Central de Teleconsulta, pelo telefone 0800 6485 319″.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções