Diário da Manhã

sexta, 23 de agosto de 2019

Notícias

AMISTOSO HOJE : Teste mais forte na fase pós-Copa

16 outubro
08:04 2018

A Seleção Brasileira fará nesta terça-feira, às 15h (horário de Brasília), no estádio King Abdullah Sports City, em Jidá, na Arábia Saudita, diante da Argentina, o teste mais forte do período pós-Copa. É o quarto amistoso do Brasil depois da eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia diante da Bélgica. Já o time argentino não contará mais uma vez com o craque Lionel Messi.

Tite e comissão técnica do Brasil vão observar evolução da seleção no principal teste pós-Copa da Rússia Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Tite e comissão técnica do Brasil vão observar evolução da seleção no principal teste pós-Copa da Rússia
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Antes desse clássico com a Argentina, o time de Tite derrotou os Estados Unidos, El Salvador e Arábia Saudita – este último amistoso ocorreu na sexta-feira, com vitória por 2 a 0 (gols de Gabriel Jesus e Alex Sandro). Agora sim será um teste valioso para a Copa América de 2019.

O time brasileiro terá várias mudanças em relação ao jogo passado contra a Arábia Saudita. Alisson, Danilo, Miranda e Filipe Luís retornam à defesa do Brasil. No meio-campo, a novidade é Arthur no lugar de Fred. Roberto Firmino entra no ataque, substituindo Gabriel Jesus.

A equipe Argentina está remodelada, depois do fracasso na Copa do Mundo, quando foi eliminado logo na primeira fase. A seleção – agora comandada por Lionel Scaloni – não conta mais com estrelas como Messi, Sergio Aguero, Gonzalo Higuaín, Di María e Mascherano, entre outros.

Brasil: Alisson; Danilo, Marquinhos, Miranda e Filipe Luis; Casemiro, Arthur e Renato Augusto; Philippe Coutinho, Roberto Firmino e Neymar. Técnico: Tite.

Argentina: Romero; Bustos, Pezzella, Otamendi e Tagliafico; Paredes, Battaglia e Lo Celso; Salvio, Correa e Icardi. Técnico: Lionel Scaloni.

Árbitro: Felix Brych (Alemanha), auxiliado pelos comptriotas Mark Borsch e Stefan Lupp.

Local: Estádio: King Abdullah Sports City, em Jidá (Arábia Saudita).

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções