Diário da Manhã

segunda, 24 de fevereiro de 2020

Notícias

Anunciada nova coordenadora de Políticas Públicas para Mulheres

12 fevereiro
08:26 2020

Prestes a completar três anos de atuação em Pelotas, a Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres (CPPM) tem nova liderança. A prefeita Paula Mascarenhas anunciou, ontem, a professora e ativista do movimento feminista, Luciana Custódio, como a coordenadora do órgão, criado em março de 2017.

 

Entre as principais missões, estão a articulação, o monitoramento e a coordenação da área no município. A posse está prevista para ocorrer na primeira semana de março.

“A Luciana conhece bem a realidade da cidade, tem experiência e conhecimento do assunto, além de uma visão muito abrangente do que precisamos para avançar, saindo do lugar-comum e do discurso apenas para, efetivamente, chegar até as pessoas e transformar as suas vidas”, disse a prefeita, destacando, com preocupação, os indicadores crescentes de feminicídio e violência contra a mulher, evidenciados em todo o País.

“Vemos estes dados aumentando, enquanto os demais índices criminais reduzem. Precisamos focar nisso”, ressaltou. Paula também sugeriu à nova coordenadora o alinhamento das ações de proteção junto ao Pacto Pelotas pela Paz – projeto de segurança que busca reduzir a criminalidade na cidade, a partir de iniciativas de repressão e, sobretudo, de prevenção à violência.

Ela acredita que é possível contribuir com o tema em projetos já existentes – direcionados ao fortalecimento de vínculos familiares e à criação de oportunidades aos jovens – e, também, traçar novos planos voltados à proteção das mulheres.

EMPODERAMENTO

Feliz com a confiança depositada pela prefeita, Luciana já tem em mente alguns dos projetos que pretende aplicar na sua gestão, entre eles, ações contra o assédio durante o período de carnaval, aderindo à campanha “Não é Não”. Recentemente, ela atuou no Departamento de Políticas para as Mulheres, do governo estadual, o que resultou em aprendizados enriquecedores e que contribuirão para o trabalho em Pelotas, contou.

LUCIANA Custódio com a prefeita Paula Mascarenhas

LUCIANA Custódio com a prefeita Paula Mascarenhas

“Precisamos pensar em projetos relacionados não só à proteção das mulheres, mas à prevenção da violência, fortalecendo o empoderamento, a autonomia e a independência financeira destas pessoas, o que resulta na quebra do vínculo com os agressores”, defendeu a nova coordenadora, que assume o órgão no lugar da psicóloga Rosélli Ortiz.

COORDENADORIA  

Vinculada à Secretaria de Assistência Social (SAS), o órgão tem o acompanhamento da Assessoria Especial de Relações Institucionais e Gestão Estratégica da Prefeitura. Luciana também é acadêmica do curso de Serviço Social, gerente dos Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) do Município e ativista do Núcleo Coletivo Rosas do Gueto e da Associação dos Moradores da Guabiroba. Por dois anos, foi presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Pelotas.

Acompanharam o anúncio o secretário da SAS, Luiz Eduardo Longaray, e a assessora especial de Relações Institucionais e Gestão Estratégica, Clotilde Victória.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções