Diário da Manhã

quinta, 06 de agosto de 2020

Notícias

Atividade física para crianças é ainda mais importante na pandemia

08 julho
09:25 2020

Nesse período de isolamento domiciliar, atender às recomendações de prática de atividades físicas tem sido um desafio. Neste sentido, visando aumentar o nível de atividade física, crianças e adolescentes podem praticar atividades físicas em casa de forma lúdica brincando de bambolê, cabra cega, amarelinha, pular corda, caminhar sobre corda no chão e cabo de guerra, entre outras. As ideias de atividades incluem jogos tradicionais de recreio em ambientes fechados (esconder e procurar, marcar, pular) e criatividade (construir uma pista de obstáculos, jogar vôlei de balão ou aprender a fazer malabarismos).

“Sabemos que a casa tem espaços menores e mais limitados do que a rua, mas a criatividade é fundamental nessas horas. É preciso colocar para fora a ansiedade e angústia por estarmos confinados. Vários aplicativos foram lançados com atividades lúdicas para crianças e podem ser aliados. Um circuito pode ser feito dentro de casa ou estimulados jogos que impliquem em série de movimentos”, afirma o médico pediatra e associado da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS), José Paulo Ferreira,

Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS) reforça importância do estímulo de pais para que as crianças se mantenham ativas

Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul (SPRS) reforça importância do estímulo de pais para que as crianças se mantenham ativas

Assim como para os adultos, a disciplina agora vai ajudar também no cenário pós-pandemia. A ideia é que as crianças depois não saiam de forma tão intensa para atividades estando totalmente despreparadas.

“O que é interessante lembrar é que a atividade física para criança ou adolescência é uma forma de prevenção de uma série de doenças relacionadas a obesidade, diabetes e pressão alta. Atividade física e alimentação adequada favorecem muito. Estamos em pleno momento de uma pandemia e todos estão dentro de casa, mais angustiados e nervosos. O que acaba acontecendo é ficarmos mais sedentários e comendo um pouco mais. Neste momento é importante se cuidar para evitar esse ganho de peso e, sobretudo, trabalhar a saúde mental, uma vez que para as crianças, assim como para os adultos, o esporte ajuda no combate ao stress e ansiedade.

Segundo documento publicado pela Sociedade Brasileira de Pediatria Idealmente, as crianças e adolescentes deveriam acumular 60 minutos de atividade física de intensidade moderada a vigorosa por dia, incluindo modalidades que estimulem ossos, músculos, mobilidade articular e exercícios envolvidos no desenvolvimento motor e de habilidades como equilíbrio e coordenação.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções