Diário da Manhã

segunda, 10 de agosto de 2020

Notícias

Brasil volta com vitória

20 janeiro
08:36 2014

Com gols de Alex Amado e Cirilo, time xavante estreia no Gauchão, fazendo 2 a 0 no Cruzeiro

Alex Amado tira a bola do alcance de Fábio e abre o caminho para a vitória na estreia no Gauchão Foto: Ítalo Santos/Assessoria GEB

Alex Amado tira a bola do alcance de Fábio e abre o caminho para a vitória na estreia no Gauchão
Foto: Ítalo Santos/Assessoria GEB

O Brasil voltou à primeira divisão da maneira que todos os xavantes desejavam: com vitória. Neste domingo, no Bento Freitas, o time rubro-negro derrotou o Cruzeiro por 2 a 0 – gols de Alex Amado e Cirilo (curiosamente, os dois que fizeram os gols na vitória diante do Santo Ângelo, que assegurou o acesso à elite do futebol do Rio Grande do Sul, em julho do ano passado). O triunfo foi oferecido a todos que estiveram na tragédia de 2009 – em especial, as vítimas fatais do acidente com a delegação: Cláudio Milar, Régis e Giovane Guimarães.

Cleiton, de grande atuação, deixa Jeanderson no chão com drible  Foto: Ítalo Santos

Cleiton, de grande atuação, deixa Jeanderson no chão com drible
Foto: Ítalo Santos

A equipe xavante foi competente em momentos cruciais do jogo. A ansiedade da estreia foi superada com o primeiro gol – marcado logo aos seis minutos. Alex Amado arrancou em velocidade pela esquerda e bateu, com o lado de fora do pé direito, tirando a bola do alcance de Fábio. O gol deu mais calma ao time para manter o controle da partida, sem correr riscos no primeiro tempo.

No segundo tempo, o jogo estava equilibrado, quando, aos 17 minutos, Cirilo cometeu pênalti em Paulinho. Alexandre bateu e Luiz Müller fez a defesa. Esse episódio incendiou o jogo e, na resposta, Cleiton disparou em velocidade e mandou a bola rasteira, que bateu no poste. Em seguida, aos 22, Rafael Forster cobrou falta da direita e Cirilo desviou de cabeça para fazer 2 a 0.

 

O Brasil poderia ter ampliado a vantagem. Teve um lance incrível, aos 47. Depois de grande jogada de Cleiton, Fábio fez a defesa e Túlio Souza estava colocando a bola na rede, mas Jeanderson salvou o Cruzeiro de ter tomado o terceiro gol. No final, a comemoração pela vitória merecida e que quebra tabu de 20 anos sem que o Xavante vencesse na estreia de Gauchão.

Ficha Técnica 

BRASIL (2)

Luiz Müller; Raulen (Wender), Cirilo, Fernando Cardozo e Rafael Forster; Leandro Leite, Nunes, Cleiton e Elton (Túlio Souza); Alex Amado (Márcio Hahn) e Gustavo Papa. Técnico: Rogério Zimmermann.

CRUZEIRO (0)

Fábio; Glaydir (Glênio), Claudinho, Léo Carioca e Jeanderson; Vanderson, Reinaldo, Júlio Abu, Thiago Correa (Paulinho) e Alexandre (Mateus); Márcio Bambu. Técnico: Luís Antonio Zaluar.

 

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas. Árbitro: Anderson Daronco; assistentes: José Franco Filho e Antonio Cezar Padilha. Cartões amarelos: Cleiton e Papa (B); Reinaldo, Vanderson e Claudinho (C). Expulsão: Claudinho (C). Gols: Alex Amado (6min do primeiro tempo); e Cirilo (22min do segundo tempo). 

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções