Diário da Manhã

sexta, 23 de agosto de 2019

Notícias

IFSul engajado em campanha de doação de sangue

17 setembro
18:22 2013

Doação de Sangue IFSul (2)O câmpus Pelotas está realizando uma campanha de doação de sangue entre funcionários e alunos. A iniciativa partiu em função da carência de estoque do Hemocentro de Pelotas (Hemopel), que atende as demandas do Hospital São Francisco de Paula, do Pronto Socorro de Pelotas, dos leitos SUS da Beneficência e de mais 13 municípios da região.

A técnica-administrativa Luciara Morales, a Taia, tem coordenado o trabalho de mobilização, fazendo reuniões com os funcionários terceirizados e divulgando a campanha entre os servidores e alunos, que podem colocar o seu nome na lista de doadores. Já se encaminharam ao Hemopel dois grupos, desde o início da campanha. O objetivo é que a iniciativa seja ampliada para todo o IFSul.

Segundo a coordenadora do Hemocentro, Gisele Pinto, ocorrem cerca de 30 doações diárias. O ideal para atender todas as demandas e ainda manter o estoque é de 80 doações por dia. Outra ação importante é a doação da medula. Conforme dados do Hemopel, há três milhões 160 mil pessoas cadastradas no banco de doadores de medula para 1200 pessoas a espera de um transplante. Essa disparidade de números se deve a dificuldade de encontrar pessoas compatíveis.

O chefe de gabinete do câmpus Pelotas, Sérgio Krüger, participou do segundo grupo de doadores. Além de doar sangue, também se cadastrou como doador de medula. “Precisamos nos engajar nessa campanha. A doação de sangue tem um volume muito baixo pra atender Pelotas e região. Os dois bancos da cidade não dão vencimento”, afirma Sérgio.

Para Gisele, atitudes como a do câmpus Pelotas são fundamentais. “É isso que nós esperamos de todas as instituições e da população. A doação não é mais um ato de solidariedade, e sim de responsabilidade. E é isso que temos que passar para as próximas gerações”, defende.

O Hemopel é localizado na Avenida Bento Gonçalves, 4569. As doações podem ser feitas por pessoas entre 16 e 67 anos, com mais de 50 quilos. É preciso estar alimentado, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas e estar sem fumar pelo menos duas horas antes da doação. A recomendação é de que a pessoa, caso tome alguma medicação, leve o remédio para avaliação dos profissionais, e que tenha dormido no mínimo seis horas na noite anterior. Além de seguir as instruções, os doadores devem levar também documento de identidade.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções