Diário da Manhã

quarta, 08 de julho de 2020

Notícias

Muita emoção na noite de abertura do Festival do SESC

Muita emoção na noite de abertura do Festival do SESC
21 janeiro
14:06 2014

Evento de 13 dias reúne profissionais e estudantes de várias partes do mundo

Superintendente do SESC/RS Everton Dalla Vecchia garantiu que o Festival é de Pelotas e permanecerá no Município.

Festival Música Sesc 03De volta à Administração do Município após período de férias, o prefeito Eduardo Leite participou, ontem (19/01/14), no Theatro Guarany, da cerimônia de abertura do 4º Festival Internacional SESC de Música, que se estende até 31 de janeiro. “O Dalla Vecchia me garantiu que o Festival é de Pelotas e permanecerá em Pelotas. Da parte da prefeitura eu posso garantir que o governo municipal dará o apoio necessário para que o evento fique e cresça a cada ano”, disse o prefeito, sendo ovacionado pelo público que quase lotou o teatro.

Eduardo falou da compreensão da prefeitura, que vê a cultura como geradora de desenvolvimento. “Em 13 dias nossa cidade recebe profissionais de renome no campo da música e estudantes de dez países do mundo. O Festival coloca Pelotas em destaque no cenário estadual e internacional”, comentou.

Prefeito Eduardo Leite

Prefeito Eduardo Leite

O prefeito de Pelotas tornou a receber aplausos  da plateia quando mencionou as ações da prefeitura para organizar o espaço público, revitalizar canteiros e avenidas e criar novas áreas de lazer. Eduardo recordou que o Município conseguiu garantir R$ 32 milhões com o PAC Cidades Históricas do governo federal, que serão utilizados para refazer o paisagismo da Praça Coronel Pedro Osório, enterrar a fiação elétrica e recuperar totalmente o Theatro Sete de Abril, cuja primeira etapa, referente à cobertura do prédio histórico, está na fase final. “Queremos deixar a cidade mais organizada, mais bonita e com espaços apropriados para receber diversas atividades culturais”, disse.

Eduardo aproveitou a oportunidade para elogiar a atuação da vice-prefeita, Paula Mascarenhas, que o acompanhou na cerimônia, “por ter conduzido a cidade com o brilhantismo que lhe é peculiar” durante suas férias.

Superintendente do SESC/RS, Everton Dalla Vecchia

Superintendente do SESC/RS, Everton Dalla Vecchia

O superintendente do SESC/RS, Everton Dalla Vecchia, disse que o apoio amplo e incondicional da prefeitura, e a resposta do público de Pelotas, que comparece aos espetáculos, são fatores importantes para que o Festival anual seja mantido no Município no futuro. “Pelotas tem esta tradição cultural e uma sinergia incrível com a plateia. Além disso, o Eduardo e a Paula tem mostrado que não medirão esforços para que continue na cidade e vai continuar”, garantiu.

Secretário de Estado da Cultura Luiz Antônio de Assis Brasil

Secretário de Estado da Cultura Luiz Antônio de Assis Brasil

Presente na abertura, o secretário de Estado da Cultura Luiz Antônio de Assis Brasil, que participou de todas as edições do Festival até agora, enfatizou a importância da atuação do SESC como uma “força pujante no cenário cultural de nosso país” e parabenizou a iniciativa do Festival, que privilegia espaços que normalmente não receberiam manifestações culturais.

Assis Brasil falou da tridimensionalidade do termo “cultura”, que deve abarcar, além da arte qualificada, a cidadania e a economia, e disse que o Festival Internacional SESC de Música é um exemplo desta tridimensionalidade, ao trazer música da melhor qualidade aliada à descentralização, levando cultura a diversas partes do Município, e gerar empregos temporários para muitas pessoas. “Pelotas sempre foi referência cultural para Porto Alegre e o Conservatório de Música de Pelotas há muitos anos é referência por formar músicos da melhor qualidade. Pelotas nos ensina a como fazer as coisas bem feitas”, disse o secretário de Estado.

Durante a cerimônia, o governo uruguaio entregou uma placa ao SESC, em agradecimento pela colaboração e pela receptividade aos estudantes que vem participar do festival em Pelotas.

Muita emoção na primeira noite do Festival         

A plateia numerosa ficou surpreendentemente emocionada ao assistir à apresentação da Orquestra de Metais Lyra, de Tatuí (SP), na primeira noite do Festival. Cerca de 46 crianças e adolescentes, regidos por Adauto Soares, tocaram diversas músicas do repertório brasileiro e internacional com muita energia e entusiasmo. Os números, coreografados, incluíam danças e deslocamentos no meio do público. Uma abertura com chave de ouro para um festival que, mais uma vez, promete muito. É só aproveitar!

Saiba mais:

Fundada em 2002, a orquestra, formada por crianças e adolescentes, incentiva não só o interesse pela música como também pela cultura brasileira. Dedicação e técnica trouxeram para a banda importante reconhecimento com apresentações na Europa e nos festivais de Campos do Jordão e Londrina.

Adauto Soares começou sua carreira na música pela Banda Municipal de Cubatão, foi destaque no Festival de Inverno de Campos do Jordão e se formou bacharel em trompa na Faculdade de Música Mozarteum. Após uma carreira bem sucedida no Brasil e no exterior, fundou a Banda Lyra onde hoje é diretor artístico, regente, professor e arranjador.

Fonte:Ascom

 

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções