Diário da Manhã

domingo, 17 de novembro de 2019

Notícias

Servidores da Justiça seguem mobilizados

Servidores da Justiça seguem mobilizados
08 novembro
11:13 2019

O profissionalismo e dedicação dos trabalhadores da Justiça do Rio Grande do Sul são reconhecidos pelo Conselho Nacional de Justiça/CNJ, há 11 anos, como sendo o mais efetivo e produtivo do país. Na sua “praia”, no entanto, esse reconhecimento anda um pouco aquém da expectativa e necessidades da categoria, em relação aos gestores da Justiça gaúcha.

Em greve há 45 dias, os trabalhadores seguem mobilizados em mais de 70% das comarcas do estado, na maior paralisação da história do Judiciário gaúcho. O serviço à população, porém, segue sendo prestado pelos 30% de servidores, legalmente exigidos.

MÁRCIA e Celso confirmam relevantes pautas e apoio das forças vivas da sociedade gaúcha ao movimento

MÁRCIA e Celso confirmam relevantes pautas e apoio das forças vivas da sociedade gaúcha ao movimento

Apesar das dificuldades e desencontros nas negociações entre o trabalhadores e a direção do Tribunal de Justiça(TJ/RS) a categoria segue mobilizada e recentemente conseguiu importante vitória na Assembleia Legislativa, quando 44 deputados votaram contrários e derrubaram proposta dos gestores, pela extinção de cerca de 3,5 mil oficiais escreventes, dentre outras ameaças aos trabalhadores e serviços por eles prestados.

“É uma conquista que representa muito para a categoria, a qual luta contra arbitrariedades e autoritarismo”, salienta Márcia Ferro Amaro, diretora sindical do SindJus/RS.

A sindicalista enumera ainda relevantes pleitos que seguem na pauta de negociações com a direção do TJ/RS, como o estudo de um Plano de Carreira, Cargos e Salários, a isonomia na concessão do auxílio-refeição para os servidores, a majoração do auxílio-condução para oficiais de Justiça e a devolução dos salários descontados dos trabalhadores que aderiram à greve.

“Essa histórica vitória teve a participação de todos os trabalhadores do judiciário, independentemente dos cargos que ocupam. A categoria foi incansável no convencimento de todos os atores políticos em todos os segmentos e esferas”, observa Celso Telles Afonso, representante sindical da comarca de Pelotas, lembrando as inúmeras moções de apoio de Câmaras de Vereadores, prefeitos, entidades, sindicatos e subsecções da OAB.

“Todos reconhecendo o trabalho e importância dos servidores da Justiça”, confirmou Celso.

JANELA

O apoio das diversas forças vivas da sociedade gaúcha ao movimento dos servidores da Justiça abre o que os trabalhadores esperam seja uma real negociação entre as partes. Na quarta-feira(6), a direção do TJ/RS chamou o Sindicato dos Servidores da Justiça do Rio Grande do Sul(SindJus/RS) para conversações. O encontro se deu em caráter preliminar e nova reunião será realizada nesta sexta-feira (8) com a presença do 3º vice-presidente do Tribunal, desembargador Túlio Martins.

“Seguimos firmes, apostando no diálogo com a Administração do TJ para o atendimento das demais demandas que fazem parte da pauta de reivindicações que motivaram a greve da categoria, há cinco anos sem reposição salarial”, reforça Márcia Amaro

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções