Diário da Manhã

domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias

Vereadores mirins realizam sessão e levam propostas ao prefeito

Vereadores mirins realizam sessão e levam propostas ao prefeito
11 outubro
19:25 2013

Numa das sessões mais concorridas do ano, 21 vereadores mirins mostraram que se preocupam com sua cidade e desejam vê-la mais bonita, mais saudável, menos violenta e mais feliz. Ocupando as cadeiras dos parlamentares pelotenses, as crianças e adolescentes não se intimidaram com o ambiente solene do plenário da Câmara Municipal, nem com a presença de vereadores, pais, professores, assessores, cinegrafistas e fotógrafos que registravam todos seus movimentos. Um a um, subiram à tribuna e apresentaram suas reivindicações, e as vozes, ainda tímidas, se tornaram firmes para ecoar o que pensa a própria população.
Para os pequenos vereadores, o encaminhamento dos seus projetos não acabou com o fim da sessão. Depois do lanche coletivo, eles foram convidados a participar de uma audiência com o prefeito Eduardo Leite, a quem entregaram suas reivindicações.
O mais jovem presidente do Legislativo, Otávio Silveira da Rosa, da Escola Francisco Caruccio, assumiu o cargo vestido a caráter. Terno e gravata, demonstrava a desenvolvtura de quem já está acostumado com a casa parlamentar. Abriu a sessão, chamou os demais colegas para ocuparem seus lugares e depois, um a um, convidou-os a se manifestarem da tribuna.

 

Foto: Rafa Marin/Ascom

Foto: Rafa Marin/Ascom

Entre palmas, flashes, sorrisos orgulhosos de mães e professoras e abraços dos vereadores, meninos e meninas apresentaram suas propostas: segurança para o entorno de suas escolas;  diminuir o vandalismo contra o patrimônio escolar; presença de policiamento em frente aos educandários, pois “elementos estranhos na entrada dos turnos muitas vezes assaltam, realizam brigas, colocando em risco a segurança dos alunos, professores e pais”.
Muitos pediram mais professores e funcionários, “peças essenciais deste grande quebra-cabeça que fortalece diariamente nossa educação”. Também solicitaram a reforma das quadras esportivas, onde muitos alunos caem e se machucam e onde é difícil “os mais de 530 alunos de nossa escola” realizarem atividades físicas e esportivas.
A cobrança de promessas feitas pelo Executivo não foi esquecida: a ampliação da escola, para proporcionar tranquilidade às famílias, “como a minha, que vive a angústia de não saber em qual escola vou poder continuar meus estudos já no próximo ano”.
Uma academia ao ar livre para as crianças no Balneário dos Prazeres; a doação de terreno para a construção da Escola Machado de Assis nas Três Vendas; a criação de uma escola aberta para os surdos e também do ensino médio para os alunos surdos e o comprometimento do prefeito com as escolas especiais. A contratação de intérprete de Libras nos hospitais e postos de saúde também foi proposta apresentada.
Uma proposta mereceu a reflexão de todos. Micaele Ribeiro Peixoto, da Escola Luciana de Araújo, foi a porta-voz das crianças e adolescentes de rua. Em sua fala, ela lembrou do Estatuto da Criança e do Adolescente e disse que os que vivem na rua “precisam ter uma casa, um lar. O senhor prefeito precisa conseguir uma casa para eles.”. A menina também pediu que seja aberto um restaurante popular somente para as crianças de rua, com  um espaço para brincarem e fazerem atividades físicas, “pois assim não precisariam mais ficar nas ruas”.
Colônia – Alunos da zona rural trouxeram demandas bem específicas, mostrando seu envolvimento na comunidade onde vivem. Eles pediram o cercamento da escola, “para ajudar os alunos a não ir para a estrada”. Solicitaram a melhoria do transporte escolar, uma caixa d’água, computadores e saneamento básico. E, certamente incentivados pelos pais, pediram a melhoria das estradas para o escoamento da safra, o abastecimento de água para as moradias que ainda não tem rede de água do Sanep; e que os postos de saúde não atendam somente um dia por semana, “porque as pessoas adoecem quase todos os dias”.

Prefeito recebe Vereadores Mirins

 Eduardo recebe Vereadores MirinsO presidente da Câmara de Vereadores Mirim, Otávio Silveira da Rosa, da Escola Francisco Caruccio, entregou ao prefeito Eduardo Leite, na tarde desta sexta-feira (11/10/2013), documento contendo reivindicações colhidas junto às comunidades onde residem os 21 vereadores mirins eleitos em suas escolas e representando os 21 vereadores locais. A escolha da Câmara Mirim foi proposta pela Câmara de Vereadores em homenagem ao Dia da Criança, a ser comemorado neste sábado (12/10/13). O prefeito irá analisar as reivindicações e encaminhá-las às secretarias competentes.

Otávio Silveira da Rosa recebeu o cargo, na manhã de quinta-feira (10/10/2013), do vereador Ademar Ornel. Na primeira vice-presidência, assumiu Rafaela Ferreira Fernandes, da Escola Ferreira Viana; no lugar do vereador Salvador Ribeiro, Gabriel Antunes Gonçalves, do Colégio Gonzaga, ocupará a cadeira do vereador Toninho Peres, segundo vice-presidente, Micaela Peixoto, da Escola Luciana de Araújo; como primeira secretária, ocupa a cadeira do vereador Ricardo Santos, e Janaína Lucas, representa o vereador Marcola, na segunda secretaria.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções