Diário da Manhã

terça, 25 de fevereiro de 2020

Notícias

Vítima é ofendida em rede social e perde clientela no salão de beleza

07 janeiro
08:23 2020

Mulher de 29 anos esteve na Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), para registrar que foi caluniada numa rede social. Conforme relata, as ofensas causaram transtorno profissional, já que boa parte da clientela deixou de frequentar o salão de beleza. Como autora das agressões, está identificada uma mulher de 31 anos, que é companheira de um tio da vítima. De acordo com a cabeleireira, ela foi chamada de “caloteira, vagabunda e macumbeira”.

CabeçalhoMOTO – No boletim de ocorrência, a vítima menciona o que teria desencadeado a série de ofensas. Conforme o registro, ela teria residido com o tio, numa fase anterior ao atual relacionamento dele. Naquele período, ela adquiriu uma motocicleta, que permaneceu no nome do tio. Posteriormente, esclarece a vítima, houve a possibilidade de um negócio, sendo que a moto poderia ser trocada por um carro. A mulher então, diz que consultou o tio para saber se ele autorizava a troca. Ele consentiu com o negócio, mas a decisão desagradou a sua companheira.

DIVERGÊNCIA – A vítima relata que a companheira do tio desaprovou a troca, e alegou que pretendia ficar com a moto. A divergência gerou desentendimento e agressões. Numa rede social, a acusada postou as ofensas. Com a confusão, clientes sumiram do estabelecimento da vítima. Além da rede social, também via aplicativo, a acusada tem perturbado. A vítima acrescenta que dispõe de “Prints” das mensagens que recebeu.  

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções