Diário da Manhã

quinta, 20 de junho de 2024

Notícias

Áreas sob risco contam com monitoramento reforçado

Áreas sob risco contam com monitoramento reforçado
14 maio
16:24 2024

Áreas sob risco contam com monitoramento reforçado

As localidades mapeadas como de extremo risco, cujo alerta de evacuação foi atendido pela comunidade, contam com o policiamento reforçado. Patrulhas de monitoramento são realizadas pela Guarda Municipal e pelos efetivos da Brigada Militar.

População atingida recebe atenção diferenciada das guarnições – Fotos: Divulgação

Conforme os comandos das duas forças, bairros e comunidades que tiveram as ruas alagadas pelo avanço das águas da Lagoa dos Patos, como Z3, balneários Santo Antônio e Valverde, além da região do entorno do Canal São Gonçalo, evacuada por precaução diante dos riscos climáticos, recebem atenção diferenciada das guarnições.

“Estamos realizando o policiamento preventivo em áreas alagadas e em zonas evacuadas, conforme o mapa de zoneamento de risco. Estamos também fazendo o policiamento nos abrigos da Prefeitura. Ainda esta semana, receberemos reforço de Guardas Municipais de outras cidades e começaremos o policiamento embarcado, para ampliar a sensação de segurança nessas áreas”, explicou o comandante da Guarda Municipal, Iuri Lisboa, reiterando que as Unidades Básicas de Saúde e escolas, que estão sem atividades e sem GMs escalados, continuarão com o patrulhamento intensificado.

O comandante do 4º Batalhão da Brigada Militar, tenente-coronel Paulo Renato Scherdien, explicou que, desde o primeiro momento que o Município elencou as áreas de risco, a Brigada Militar começou a aproximar mais o policiamento ostensivo nessas regiões, para evitar os furtos que têm sido uma das grandes preocupações da população. “Conforme for evoluindo essa situação e tivermos maior número de pessoas fora de casa, a gente vai ampliando esse trabalho também. Na região do Laranjal, em áreas que estão alagadas, policiais do 4º BPM, Companhia Ambiental e tropa de Choque fazem patrulhamentos embarcados”, destacou o comandante. Ele ressalta que, ao sair de casa, o morador tranque bem portas e portões, porque o próprio movimento das águas pode abri-los.

Em caso de não conseguir contato com a Brigada Militar pelo 190, é possível acionar a corporação pelos números (53) 98416-5023, (53) 3229-24-57 e (53) 3229-1006. O telefone da Guarda Municipal é o 153.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções