Diário da Manhã

sábado, 10 de abril de 2021

Notícias

Brasil encara Ypiranga em Erechim

31 março
08:52 2021

Por: Henrique König

Brasil, qual é a tua cara? O Campeonato Gaúcho é muito nivelado, é disputado ponto a ponto entre a classificação para semifinais ou contra a queda. O Xavante engatou uma sequência de quatro partidas invicto, mas agora soma dois jogos de jejum: empate com o Novo Hamburgo e a derrota para o Internacional. Em Erechim, às 20h desta quarta-feira (31), para não virar uma sequência preocupante, é importante, no mínimo, pontuar contra o Ypiranga. Depois, o Xavante tem o esperado clássico Bra-Pel, marcado para o domingo de Páscoa (4), no horário das 20h.

O Xavante tem 8 pontos na tabela. O Ypiranga entra na rodada como 4º colocado, com 11 pontos. Ou seja, o duelo ainda permite ao Brasil sonhar com a parte de cima, com a possível classificação às semifinais. Por outro lado, uma derrota aproxima o Xavante da zona de rebaixamento. É preciso muito cuidado no Colosso da Lagoa.

Xavante e Canarinho empataram em 2 a 2, no primeiro jogo sem público em 2020: lá se vai mais de ano…
Foto: João Antônio Ferreira / GE Brasi

O técnico Claudio Tencati está de volta. Havia sido expulso contra o Novo Hamburgo e cumpriu suspensão diante do Inter. Dentro de campo, o centroavante Bruno Paraíba, autor de dois gols no torneio, está fora pelo terceiro cartão amarelo. Matheuzinho, que foi suspenso pelo mesmo motivo, está novamente disponível. Ele disputa posição com o jovem Cristian no ataque. No lugar de Paraíba, o garoto Léo Ferraz também é uma possibilidade.

O Brasil viajou para o norte do estado ainda na segunda-feira e realizou treinamento em Erechim nesta terça (30), no apronto para o jogo. No treino, Tencati definiu a equipe diante do Canarinho.

Do outro lado, um time muito qualificado. Quando veio a Pelotas, o Ypiranga venceu o Lobo. Contra o Inter, fez grande duelo no Beira-Rio, mas acabou perdendo. Nas duas últimas rodadas, aplicou uma goleada no São José e empatou fora de casa com o Aimoré.

O Canarinho, treinado por Júnior Rocha, tem o melhor ataque do Gauchão, ao lado do Grêmio, com 14 gols marcados. Os artilheiros do campeonato são do Ypiranga: Caprini, com quatro gols, e Quirino, com os três que marcou sobre o São José. Ex-Brasil são o volante Revson, geralmente no banco, o meia Mossoró e o atacante Jean Silva. Olho neles.

FICHA TÉCNICA: YPIRANGA x BRASIL

YPIRANGA: Deivity, Muriel, Kanu, Reinaldo Dutra e Zé Mario; Mikael, Clayton, Mossoró, Caprini, Jean Silva e Diego Quirino. Técnico: Junior Rocha.

BRASIL: Matheus Nogueira; Vidal (ou André Krobel), Ícaro, Camilo e Artur; Éverton Dias, Rômulo, Bruno Matias, Matheuzinho (Cristian), Netto e Léo Ferraz. Técnico: Claudio Tencati.

  • ÁRBITRO: Jonathan Pinheiro, com Lucio Flor e Luiza Reis.
  • HORÁRIO e LOCAL: 20h, no Colosso da Lagoa, em Erechim.
  • Partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Gaúcho

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções