Diário da Manhã

quinta, 23 de setembro de 2021

Notícias

BRASIL X ARGENTINA : O clássico que não ocorreu

BRASIL X ARGENTINA : O clássico que não ocorreu
06 setembro
08:49 2021

Na Neo Química Arena, em São Paulo, casa do Corinthians, a bola rolou apenas 4 minutos para Brasil e Argentina, pela 8ª rodada das Eliminatórias para Copa do Mundo. O jogo das 16h de domingo, prato principal no domingo esportivo de rodada esvaziada da Série A, com transmissão de TV aberta, não prosseguiu. Fiscais da Agência Nacional de Vigilância Sanitária entraram em campo para buscar os argentinos que fraudaram o protocolo sanitário vigente no país. Por virem do Reino Unido, eles necessitavam de um determinado período de isolamento, o que não foi cumprido.

O goleiro Emiliano Martínez, um dos destaques no título recente da Copa América, além de Buendia, Cristian Romero e Giovani Lo Celso foram os pivôs da confusão e do adiamento da partida. O superclássico, que serviria na tentativa da seleção brasileira de Tite dar o troco após perder a final da Copa América para o time de Lionel Scaloni, pode inclusive ser cancelado do calendário de Eliminatórias.

Fica a dúvida também para quem os tribunais entregarão os pontos. A Argentina, após a exclusão dos quatro atletas, se recusou a prosseguir. Apesar da desistência, a Conmebol, co-organizadora dessa Data Fifa, se pronunciou como encerramento proposto pelo árbitro da partida. Jornais argentinos tratam o Brasil como lado errado e que a Seleção Canarinho perderia os pontos em função da invasão de campo por agentes de seu país.

Haverá muito pano para manga nos próximos dias. Na tabela das Eliminatórias, com o jogo em branco, o Brasil soma sete vitórias, na liderança, com 21 pontos. É a melhor arrancada da história de um país sul-americano em Eliminatórias para Copa do Mundo. A Argentina vem na 2ª posição, com 15 pontos. Apesar dos incidentes, ambos os país devem estar no Mundial do Catar, em 2022.

Para entender mais da polêmica, um acordo entre as federações de futebol dos dois países teria legalizado a participação dos atletas, mas a Agência de Fiscalização Sanitária (Anvisa) entrou em ação para impedir que os jogadores irregulares permanecessem em campo e no país. Nota-se a falha nos protocolos de segurança dos aeroportos brasileiros e a ausência do devido acompanhamento dos atletas, que foram acobertados pela delegação argentina. Tudo isso se transformou em uma das mais bizarras e dantescas páginas do futebol sul-americano.

Após a confusão entre argentinos e agentes de vigilância, a seleção brasileira aproveitou o tempo para realizar um treino aberto, pois havia a presença de público convidado para a partida. O próximo compromisso da seleção do técnico Tite é no dia 9 de setembro, quinta-feira, contra o Peru, no Recife.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções