Diário da Manhã

segunda, 08 de março de 2021

Notícias

Como é celebrado o Natal em Las Vegas e em outras partes do mundo

Como é celebrado o Natal em Las Vegas e em outras partes do mundo
15 dezembro
16:09 2020

O Natal é uma celebração cheia de tradições, algumas tão consagradas que a maioria das famílias brasileiras já aderiram – como é o caso de comer peru durante a ceia, decorar a casa com o tema natalino, o amigo secreto e até mesmo os aeroportos e rodoviárias lotados de pessoas, o que parece ter se tornado algo comum no final de ano. Mas será que nos outros países a festividade é comemorada do mesmo jeito? Nós sabemos que o espírito natalino faz parte de muitas culturas ao redor do mundo, então selecionamos algumas tradições de Natal curiosas que ocorrem em outros países.

Natal em Moscou

Natal em outra data: Na Rússia a festividade é comemorada em uma data completamente diferente, já que eles seguem um calendário distinto do nosso – eles celebram a data somente no dia 7 de janeiro. Ademais, os pratos típicos servidos na ceia natalina também são bem diferentes, os principais são o zakuski e o kutya, além da vodka, que obviamente não poderia faltar para os russos.

Vegas: Para um Natal bem fora do tradicional, por que não Las Vegas, a cidade da jogatina e do entretenimento? Com certeza, um lugar desses nunca deixaria uma das celebrações mais populares do ano de fora do seu catálogo de festividades. Os resorts com cassinos integrados são uma ótima pedida, principalmente para aqueles que curtem festejar e jogar. Porém, neste ano, infelizmente boa parte desses estabelecimentos estão fechados ou funcionando com diversas restrições, contudo há outras alternativas de diversão seguras,  e uma análise confiável do Leo Vegas cassino aponta ele como uma ótima alternativa, principalmente para os usuários de mobile que querem  jogar quando e onde quiserem. A cidade ainda oferece pistas de gelo decoradas, espetáculos, como o proporcionado pelo Cirque du Soleil, ou pelos ilusionistas Criss Angel e David Copperfield. Também são comuns os restaurantes renomados com chefs famosos, além da famosa vida noturna, que conta com baladas lotadas onde você provavelmente encontrará um Papai Noel na pista de dança.

Presentes num tronco: Na região da Catalunha, que fica localizada na Espanha, o Papai Noel foi substituído por outro personagem, o Tió de Nadal. E bem diferente do bom velhinho, ele é feito a partir de um tronco de árvore seco, pernas de pau e um belo de um sorriso estampado no rosto, e costuma enfeitar as casas desde a festa da Imaculada Conceição, que é comemorada no dia 8 de dezembro. A partir dessa data, o Tió de Nadal vai sendo preenchido com presentes, até a véspera de Natal.

Ceia com frango frito: Mesmo não sendo um país cristão, os japoneses também comemoram o Natal, celebrando junto com amigos e a família. Porém a sua maneira particular e a maior diferença é na culinária – e não, eles não substituem o peru por sushi e shoyu. Na verdade, o prato mais consumido no período natalino pelos japoneses é o frango frito. Somente na véspera de Natal, especula-se que 3,6 milhões de japoneses consomem o aperitivo.

Meio de transporte alternativo: Uma das tradições mais comuns do Natal é a missa, e na capital da Venezuela, Caracas, não é diferente. Mas há algo de singular que acontece no local, e não está relacionada à celebração em si, mas em como os fiéis vão até a igreja. Eles vão de patins, e o costume está tão enraizado no local, que as ruas são fechadas para que o cortejo de patinadores possa chegar até a igreja de forma segura.

Variedade de sobremesas: A França tem um Natal bem parecido com o nosso em muitos aspectos, mas obviamente tem suas particularidades. A ceia é chamada de “reveillon”, sendo uma refeição bem longa, chegando a seis horas de duração. Além disso, em algumas regiões do país, a noite de Natal só está completa se houver pelo menos 13 sobremesas diferentes, representando Jesus e os seus 12 apóstolos.

Comentários ()

Seções