Diário da Manhã

quinta, 20 de junho de 2024

Notícias

Desde 2023, HE-UFPel mantém mortalidade materna zero

Desde 2023, HE-UFPel mantém mortalidade materna zero
24 maio
13:54 2024

Dia 28 de maio é o Dia Nacional de Redução da Mortalidade Materna

O Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas (HE-UFPel) vinculado à Rede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Rede Ebserh) registrou um marco importante na saúde pública: o índice zero de mortalidade materna em 2023 e, até o momento, em 2024.

É considerada mortalidade materna, segundo a Classificação Internacional de Doenças (CID10): “a morte de uma mulher durante a gestação ou até 42 dias após o término da gestação, independente da duração ou localização da gravidez, devida a qualquer causa relacionada com ou agravada pela gravidez ou por medidas em relação a ela, porém não devida a causas acidentais ou incidentais”.

Segundo o relatório “Tendências na mortalidade materna” da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgado no ano passado (2023), a cada dois minutos, uma mulher morre durante a gravidez ou o parto. A meta dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável é de menos de 70 mortes maternas por 100 mil nascidos vivos até 2030. A taxa de mortalidade materna global em 2020 foi estimada em 223 mortes maternas por 100 mil nascidos vivos.

O índice de mortalidade materna é considerado um importante indicador de qualidade do sistema de saúde. O HE-UFPel é referência em gestação de alto risco e realizou no ano de 2023: 1.226 nascimentos e, em 2024: 430 nascimentos.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções