Diário da Manhã

quarta, 17 de julho de 2024

Notícias

Em audiência pública, DNIT apresenta obra da nova ponte entre Jaguarão e Rio Branco

Em audiência pública, DNIT apresenta obra da nova ponte entre Jaguarão e Rio Branco
30 outubro
13:51 2023

O ponto central da audiência foi a apresentação do projeto de Licitação para Contratação da execução da Segunda Ponte Internacional sobre o Rio Jaguarão e seus acessos, que deverá ser lançado no dia 31 deste mês

Na tarde da última sexta-feira (27), na Câmara de Vereadores de Jaguarão, aconteceu um encontro que reuniu autoridades do Brasil e do Uruguai. A Audiência Pública do Grupo de Trabalho de Integração Fronteiriço, presidida pelo deputado Luiz Fernando Mainardi (PT), marcou um importante passo rumo à construção da tão esperada segunda ponte binacional que ligará Jaguarão e Rio Branco, no Uruguai, uma demanda histórica e que promete impulsionar a integração entre as duas nações e fortalecer o Mercosul.

A audiência contou com a participação de diversas autoridades, incluindo os deputados estaduais Luiz Fernando Mainardi, coordenador da audiência pública, Pepe Vargas e Jeferson Fernandes, o deputado federal Alexandre Lindermeyer, o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Hiratan Pinheiro da Silva, o prefeito de Jaguarão, Rogerio Cruz, o intendente municipal de Rio Branco, Cristian Morel, a Cônsul do Uruguai no Brasil, Liselot Sarli, a deputada federal uruguaia Zulimar Ferreira, além de vereadores, secretários municipais, entidades da sociedade civil organizada, sindicatos e instituições de ensino.

Mainardi destacou a importância de um Governo Federal comprometido com a região e com o fortalecimento do Mercosul. “Foi muito importante esta audiência com a presença de autoridades brasileiras e uruguaias. Com certeza, essa é uma das obras mais importantes para a integração entre os dois países. Uma iniciativa do presidente Lula, que é um presidente realizador”, afirmou.

O deputado federal Alexandre Lindenmeyer associou os investimentos federais a um novo momento histórico, principalmente com a retomada de obras históricas para a região, que, segundo ele, ficou muito tempo esquecida. “Neste ano, o governo federal já está executando quase quatro vezes mais recursos do que no ano passado”, comemorou.

Em janeiro, a construção da nova ponte sobre o Rio Jaguarão foi pauta de reunião entre o presidente do Brasil, Luís Inácio Lula da Silva, e o presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou. O encontro em Montevidéu teve o objetivo de fortalecer os laços comerciais entre os países latinoamericanos.

O deputado estadual Jeferson Fernandes destacou o simbolismo da construção de de uma ponte. “Estamos vivendo um momento de integração, mas esse momento deveria ser sempre. Quem faz discurso contra o Mercosul, está muito atrasado na história. As fronteiras já tiveram o seu momento de guerra, mas hoje são sinônimos de união. Para isso, nada melhor do que construir pontes, em todos os sentidos”, comentou.

Já Pepe Vargas, atribuiu ao presidente Lula a atenção dada à relação com os países vizinhos. O deputado também comemorou que esse projeto, enfim, ganha materialidade com o anúncio do edital. “É uma ponte já esperada há quatro décadas, que já ensaiou um início há alguns anos, mas que agora retoma como um projeto factível, real”, destacou.

A Segunda Ponte Internacional

O ponto central da audiência foi a apresentação do projeto de Licitação para Contratação da execução da Segunda Ponte Internacional sobre o Rio Jaguarão e seus acessos, que deverá ser lançado no dia 31 deste mês, marcando o início do processo de contratação da empresa que ficará encarregada pelas obras.

De acordo com o superintendente do DNIT, Hiratan Pinheiro, a partir da definição da empresa responsável, o prazo deverá ser de um ano para a elaboração dos projetos de Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e Relatório de Impacto Ambiental (RIMA), seguido por mais três anos para a execução da obra.

A nova ponte sob o Rio Jaguarão, na BR-116/RS, está projetada para ter uma extensão de 419 metros, sendo que somada aos novos trechos de acesso, totalizará 19,5 km de rodovia a serem construídos. O investimento global estimado é de aproximadamente R$ 500 milhões, o que também deverá gerar cerca de 400 empregos diretos na região.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções