Diário da Manhã

domingo, 24 de janeiro de 2021

Notícias

O caos generalizado nas eleições americanas

O caos generalizado nas eleições americanas
11 janeiro
17:03 2021

A primeira metade de janeiro de 2021 já foi marcada por casos absurdos de violência nos Estados Unidos da América

Apoiadores do presidente Donald Trump invadiram o congresso em uma tentativa de impedir que Joe Biden seja reconhecido como novo presidente dos EUA. No meio da confusão, pessoas morreram e ficaram feridas. O próprio Donald Trump teve que condenar tais atitudes, assim como o seu vice-presidente, Mike Pence. Esses eventos marcaram a história dos Estados Unidos de forma tão emblemática que certamente algumas instituições de ensino vão pedir que você explique o que é uma resenha sobre esses assuntos. Nos separamos aqui os pontos mais importantes que acabaram levando as coisas a essa situação absurda.

O Governo Trump

Os problemas que vão acontecendo no fim do mandato de Donald Trump podem ser traçados para o seu início. Isto é, para quando ele foi eleito. Donald Trump é uma figura no mínimo controversa. Ele já publicou vários livros sobre negócios e autoajuda, e neles assuntos como vingança são tratados como essenciais. Sua relação com mulheres também é motivo de suspeita, para dizer o mínimo. Isto é só um pouco do que podemos falar sobre a pessoa. Mas e o governo Donald Trump? O tom xenofóbico esteve presente desde o início. O governo americano decidiu travar uma guerra comercial com a China, algo que nenhum de seus antecessores se mostraram dispostos a fazer. E no topo disso tudo, internamente, os EUA viu o surgimento/fortalecimento de grupos de extrema direita.

A recusa em aceitar a derrota

Não demorou muito depois do dia da eleição para que Joe Biden fosse anunciado como o presidente eleito dos Estados Unidos da América. Donald Trump não se mostrou muito satisfeito com a situação e pediu recontagem nos Estados chave. Até então tudo bem, o próprio presidente Bush, de 2001, foi eleito através de um processo similar. O problema, para Trump, é que as recontagens não mostraram nada além do que já sabíamos, Joe Biden tinha sido eleito. Entre o dia da eleição e o início de janeiro de 2021, Donald Trump tentou mudar os resultados de várias formas possíveis através da suprema corte e outros meios legais, tudo isso sem resultado.

O desentendimento com o próprio vice

Um pouco antes da invasão do congresso, Donald Trump publicamente pressionou seu vice-presidente para que não aceitasse ou reconhecesse os resultados das eleições. Como resposta, Mike Pence divulgou uma carta afirmando que não tinha poderes para alterar o resultado das eleições. Isto é, de certa forma, ele aceitou o resultado das eleições. Como resposta, Donald Trump emitiu uma nota ao público afirmando que Mike Pence não tinha coragem. Para aumentar o clima de tensões, Trump organizou um protesto e fez um discurso afirmando que jamais aceitaria os resultados.

A invasão do congresso

O efeito bola de neve ficou claro e um grupo de algumas centenas de pessoas, apoiadores de Trump, invadiu o congresso de forma violenta. As forças de segurança reagiram e pessoas se machucaram ou morreram.  Pela primeira vez, Donald Trump condenou a atitude dos seus próprios apoiadores.

Considerações finais

Acabamos de presenciar um dos dias mais obscuros da história americana. Depois de pessoas terem morrido durante os protestos, Donald Trump garantiu, pela primeira vez. E assim começou o ano de 2021 nos Estados Unidos da América.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções