Diário da Manhã

quarta, 17 de julho de 2024

Notícias

Pelotas registra óbito por leptospirose em função das enchentes

Pelotas registra óbito por leptospirose em função das enchentes
18 junho
08:00 2024

Causa da morte foi confirmada nesta segunda (17) pelo Laboratório Central do Estado. Município orienta cuidados importantes na prevenção da doença

A Prefeitura de Pelotas registrou nesta segunda-feira (17) a primeira morte do ano por leptospirose relacionada às enchentes de maio. A vítima, de 75 anos, morador das Três Vendas, zona Norte da cidade, teve o óbito registrado na última quinta-feira (13) e a confirmação do resultado nesta segunda, após análise de amostra realizada pelo Laboratório Central do Estado (Lacen). Atualmente, Pelotas conta com 31 notificações suspeitas da doença, quatro casos confirmados e nenhum paciente hospitalizado.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a confirmação do caso se deu pela exposição da vítima a áreas alagadiças e ao risco ambiental, representado, neste caso, pela presença de animais de produção que atuam como reservatórios da bactéria propícios à manutenção da leptospirose.

A Vigilância em Saúde alerta para os riscos amplificados da doença em função das chuvas, visto que a bactéria, presente na urina de roedores, comumente espalha-se por águas sujas, como o caso das enchentes, além de poças de lama e esgoto.

A doença, de alta incidência no contexto de enchente, também pode ser transmitida pela urina de animais infectados como cães, bovinos, equinos, suínos entre outros. A população deve ficar atenta para o surgimento de sintomas como febre, mialgias (dores musculares), dor na panturrilha, náuseas, vômitos, diarreia e sintomas mais característicos, como hemorragia conjuntival e fotofobia.

O Município orienta que na presença destes sintomas a população deve procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima a fim de dar início ao tratamento com antibiótico disponível no SUS e orientado após a realização de exame para confirmação do diagnóstico.

Medidas importantes de prevenção

Evitar contato com água contaminada.

Cobrir cortes e arranhões com bandagens à prova d’água.

Não andar descalço.

Utilizar luvas e botas de borracha para limpeza de locais inundados.

Realizar a limpeza de ambientes inundados com água sanitária.

 

Fotos: Gustavo Vara

PELOTAS – RS ABERTA AS INSCRIÇÕES PARA CURSOS TÉCNICOS

-Inscrições somente pela internet. Clique no LINK ABAIXO e cadastre-se

https://forms.gle/Tx9VxPGTPs723RSo7

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções