Diário da Manhã

quarta, 24 de abril de 2024

Notícias

Pesquisadores da UFPel inovam com técnicas para compressão de vídeos

Pesquisadores da UFPel inovam com técnicas para compressão de vídeos
15 março
10:19 2024

O curso de Ciência da Computação da UFPel mais uma vez foi reconhecido em eventos científicos importantes para a área da computação

O grupo de pesquisa Video Technology Research Group (Vitech) da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), formado por estudantes de graduação e pós-graduação em Computação, juntamente com alunos de iniciação científica, está na vanguarda do desenvolvimento de técnicas avançadas para a compressão de vídeos. O grupo também trabalha com novas tecnologias do mercado computacional como Light fields (tecnologia que promove a  realidade aumentada) e nuvens de ponto (tecnologia utilizada com um software para realizar levantamentos de estruturas, topográficos etc).

O professor de Computação da UFPel, Luciano Volcan Agostini, líder do grupo Vitech, destaca que as aplicações de vídeos seriam impraticáveis se não existisse a compressão de vídeos, uma vez que um vídeo digital em duas dimensões de pixels (vídeos comuns do dia a dia) são, excepcionalmente, muitos grandes para alguns dispositivos eletrônicos, o que demandaria uma grande capacidade computacional dos aparelhos para rodar vídeos.

Com o objetivo de reduzir o tamanho dos vídeos sem perder a compatibilidade e a qualidade, os ingressantes do Vitech utilizam dois codificadores de vídeos para realizar a compressão: o Versatile Video Coding (VVC) e o AOM Video One, utilizado por várias empresas big techs do mercado como Google e a Meta. Segundo o professor, os trabalhos com esses dois codificadores de vídeo são utilizados em duas dimensões principais: a primeira dimensão é a nível de software/algoritmo, ao qual a ferramenta é utilizada para reduzir o esforço computacional, visando o custo dos equipamentos que precisam utilizar certos algoritmos, ao mesmo tempo que visa reduzir a energia da bateria de dispositivos eletrônicos, principalmente os celulares. A outra dimensão utilizada é a de projetar hardwares dedicados  para os algoritmos que estão envolvidos na codificação.

Premiação

Recentemente, o curso de Ciência da Computação da UFPel mais uma vez foi reconhecido internacionalmente em eventos científicos importantes para a área da computação. Desta vez, o mestrando de pós graduação em computação, William KolodziejskI, recebeu o prêmio de Menção Honrosa, com o seu trabalho denominado “Speeding Up the AV1 Global Warped Motion Compensation”, durante o IEEE Latin American Symposium on Circuits and Systems 2024, no final de fevereiro, em Punta del Leste, no Uruguai.

O trabalho produzido por William é focado nas otimizações em uma das novas ferramentas de trabalho trazidas pelo AV1, de acordo com Luciano, co-autor do artigo. Além da menção honrosa, o professor também destaca a relevância dos trabalhos feitos na Universidade: “Esse é mais um reconhecimento da pesquisa de qualidade desenvolvida na Computação da UFPel. Nosso trabalho tem tido destaque internacional importante, gerando muitas publicações relevantes e algumas premiações”, comenta o professor.

Além do trabalho premiado de William, foram enviados ao evento cerca de 10 artigos acadêmicos, Qualis A4 (nota da Capes) produzidos pelos alunos do Vitech. “Isso fez também que déssemos uma boa contribuição para o programa de pós-graduação para apoiar a próxima avaliação quadrienal do programa”, afirma o professor. Durante o evento, 21 pessoas ligadas ao Vitech participaram da solenidade, com o apoio do PPG em Computação.

Com mestrado em codificação e compressão de vídeos e mestrado na área de codificação de imagens, durante sua trajetória acadêmica Luciano fez parte da equipe que definiu o sistema brasileiro de TV digital, além de ter sido o  criador do PET Computação e auxiliar na criação de um mestrado e doutorado de Computação na UFPel.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções