Diário da Manhã

quinta, 20 de junho de 2024

Notícias

Professores da UFPel são eleitos para integrar Academia Brasileira de Ciências em 2024

Professores da UFPel são eleitos para integrar Academia Brasileira de Ciências em 2024
22 dezembro
10:17 2023

Três professores da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) foram eleitos para integrar a Academia Brasileira de Ciências (ABC) em 2024

Os professores Antonio Costa de Oliveira, das Ciências Agrárias, Luciana Tovo Rodrigues, das Ciências da Saúde e Cristiane Luchese, das Ciências Biológicas, serão os novos integrantes da Academia.

De acordo com a ABC, os membros titulares e correspondentes receberão seus diplomas em maio de 2024, durante a Reunião Magna da ABC, a ser realizada na cidade do Rio de Janeiro. Já os membros afiliados terão suas cerimônias de diplomação associadas a uma reunião formal, que serão realizadas de acordo com o cronograma de cada localidade do Brasil.

Professores eleitos

Antonio Costa de Oliveira

Com mais de 35 anos de trabalho, Oliveira tem pesquisas voltadas para o campo da genética, principalmente em plantas consideradas como cereais. Um dos principais trabalhos do professor foi o sequenciamento do genoma do arroz, quando ele e vários pesquisadores brasileiros representaram o Brasil em um projeto internacional de sequenciamento genético de cereais que teve a colaboração de 12 países. O projeto produziu uma sequência padrão de “gold standard” que foi aplicado, a partir do arroz, em outros cereais, contribuindo com uma melhor qualidade de nutrientes presentes nos cereais do Brasil. “Isso teve um impacto muito grande no desenvolvimento da ciência e da agricultura aqui no Brasil”, afirmou o professor.

Após a sua indicação, devido às diversas pesquisas e contribuições para o ramo das Ciências Agrárias, Oliveira espera poder contribuir com o desenvolvimento da ciência em todo o país. “Em uma posição de formador de opinião, podemos ajudar a encaminhar as vias de financiamento, pontos a serem apoiados para que a gente tenha o melhor desenvolvimento equânime no país”, comentou.

Luciana Tovo Rodrigues

Quando se trata de desenvolvimento científico, a professora do curso de Medicina da UFPel, Luciana Tovo Rodrigues, é especialista no ramo. Com uma carreira profissional com mais de 15 anos dedicada à área da saúde, Luciana espera conseguir ampliar a educação científica no Brasil, através do seu mandato na ABC. “Pretendo participar ativamente para contribuir para o conhecimento científico e também para incentivar a educação científica”, afirma. A partir do seu ingresso, Luciana também visa desenvolver ações que possam contribuir com a ampliação da ciência, principalmente na esfera acadêmica, tanto de uma perspectiva nacional quanto internacional.

Com contribuição em diversas linhas de pesquisa, entre elas estudos de fatores biológicos e genéticos de transtornos psiquiátricos e questões relacionados ao sono, a docente salienta que estudos como os transtornos psiquiátricos estão em alta no mundo todo. “Essas questões genéticas, principalmente de transtornos psiquiátricos, têm tido muito interesse internacional, porque tem sido reconhecido que em populações miscigenadas, como a brasileira, são necessários o conhecimento sobre genômica de populações miscigenadas para o avanço do conhecimento da sucessibilidade a transtornos psiquiátricos”. Com o desenvolvimento aprofundado do estudo, Luciana aponta que os cientistas poderão desenvolver fármacos que terão a finalidade de auxiliar a combater esses transtornos, sobretudo em populações miscigenadas.

Luciana já recebeu diversos prêmios durante a sua trajetória profissional, com destaque para a menção honrosa do prêmio CAPES de Tese 2015 na área das Ciências Biológicas. Ela também foi a vencedora do prêmio Mulheres na Ciência em 2020, concedido pela L’Oréal em parceria com a UNESCO e a ABC.

Cristiane Luchese

Professora do curso de Farmácia da UFPel, é graduada em Farmácia pelo Centro Universitário Franciscano (2005), com mestrado e doutorado em Ciências Biológicas: Bioquímica Toxicológica pela Universidade Federal de Santa Maria (2007-2009). Cristiane também atua no Programa de Pós-Graduação em Bioquímica e Bioprospecção da UFPel. A professora é conhecida por ter uma vasta experiência no campo da bioquímica, com destaque para temas como doenças neurodegenerativas, toxicidade e farmacologia de moléculas bioativas. Além disso, Cristiane é coordenadora do Laboratório de Pesquisa em Farmacologia Bioquímica (LaFarBio) do Centro de Ciências Químicas, Farmacêuticas e de Alimentos (CCQFA/UFPel) e membro do grupo de pesquisa em neurobiotecnologia.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções