Diário da Manhã

quarta, 01 de dezembro de 2021

Notícias

VANDALISMO : Contêineres queimados na área central

VANDALISMO : Contêineres queimados na área central
23 novembro
09:07 2021

Ao menos sete contêineres destinados ao descarte de resíduos orgânicos domiciliares foram totalmente queimados em ação de vandalismo no Centro da cidade, nesse final de semana.  O Sanep, responsável pela operacionalização do serviço, já providencia a substituição e a identificação da autoria dos crimes, junto a moradores da região. Os episódios ocorreram nas ruas Três de Maio, Dom Pedro II e Santa Cruz, gerando prejuízo de aproximadamente R$ 14 mil aos cofres públicos.

PREJUIIZO é de cerca de R$ 14 mil aos cofres públicos

O coordenador do Departamento de Resíduos Sólidos da autarquia, Edson Plá Monterosso, explica que os contêineres são projetados para receber eventuais reparos, como a troca de tampas e de rodas ou consertos maiores – causados, principalmente, pelo excesso de volume de lixo descartado incorretamente, como móveis e restos de obras. Entretanto, em casos de queima, a substituição é a única opção.

“Não há o que fazer, é perda total e o contêiner precisa ser trocado. Além do emprego desnecessário de recursos públicos na reparação desses atos de vandalismo, outra consequência negativa é o impacto ambiental, uma vez que a queima do plástico colabora para danificar a camada de ozônio e contribui para a chuva ácida”, lamenta Monterosso.

PROBLEMA RECORRENTE

Neste ano, 53 contêineres já foram queimados em Pelotas – em média, um por semana, causando prejuízo que ultrapassa os R$ 100 mil. No mesmo período, outros dez foram roubados, oito quebrados em acidentes de trânsito e 80 reformados. O Sanep reforça que as ações de vandalismo, como as registradas no final de semana, são crime, portanto, devem ser comunicadas aos órgãos competentes como a Guarda Municipal, que atende a denúncias pelo telefone 153.

Nesses casos, um boletim de ocorrência também é feito pela Onze Construtora Ltda, empresa terceirizada responsável por executar a coleta, a serviço do Sanep, e providenciar a imediata substituição da estrutura. Em Pelotas, a coleta conteinerizada foi implantada em 2009, com o objetivo de priorizar as regiões com maior concentração populacional e com grande geração de resíduos. Atualmente, 850 contêineres estão distribuídos no Centro, na Guabiroba, no Pestano e no Lindoia, garantindo o recolhimento diário de resíduos orgânicos.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções