Diário da Manhã

quarta, 24 de abril de 2024

Notícias

Vendas de pescado na Semana Santa registram queda acentuada

Vendas de pescado na Semana Santa registram queda acentuada
02 abril
22:19 2024

Comercialização de peixe foi 21,56% menor do que em 2023 e de camarão foi 96,25% inferior

O Comitê Gestor da Feira do Peixe em Pelotas, instituído pelo Decreto 6.408/2021, assinado pela prefeita Paula Mascarenhas, finalizou o balanço de vendas da Semana Santa 2024, apurando queda acentuada em relação a 2023. De acordo com dados da Emater, a comercialização de peixes em geral foi 21,56% inferior e, a de camarão, 96,25%. Neste ano, foram vendidos 29.258 quilos de pescado, com preferência para filés, e 450 quilos de camarão.

“Esses resultados eram previstos, devido à grande incidência de chuvas na região no segundo semestre do ano passado. As precipitações em volumes históricos acabaram impedindo que baixasse o nível da Lagoa dos Patos e houvesse entrada de água do oceano, conduzindo, principalmente, larvas do camarão. A ausência de salinização ocasionou a falta do crustáceo e, também, redução das populações de peixes. No entanto, a Feira do Peixe confirmou, mais uma vez, que a alternativa de bancas no Centro e em bairros favorece tanto pescadores feirantes artesanais como consumidores”, explica o vice-prefeito e secretário de Desenvolvimento Rural, Idemar Barz.

O Comitê Gestor da Feira do Peixe é integrado pela Prefeitura, com representação das secretarias de Desenvolvimento Rural e de Saúde (Vigilância Sanitária), por associações de pescadores feirantes, Emater e colônias de pescadores. A Vigilância Sanitária da Secretaria de Saúde (Visa/SMS), durante a fiscalização nas bancas de comercialização de pescado na Semana Santa, não constatou irregularidades. Houve cumprimento das regras higiênico-sanitárias. Neste ano, 41 pescadores feirantes licenciados atuaram nas bancas.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções