Diário da Manhã

sábado, 08 de agosto de 2020

Notícias

Brigada Apícola necessita de mais voluntários

13 janeiro
08:33 2020

A Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde (SMS) lançou em junho de 2019 a Brigada Apícola, com o intuito de conter enxames formados no meio urbano, deslocando-os para um local seguro, na zona rural. As abelhas podem apresentar um risco para a população, principalmente para as pessoas alérgicas, mas elas devem ser preservadas, pois são fundamentais para o equilíbrio ambiental e para a apicultura. Apesar de sua importância, a Brigada tem encontrado dificuldades de se expandir, pela falta de voluntários. Atualmente apenas dois apicultores estão inscritos – o ideal seria 15 voluntários, no mínimo.

“As abelhas têm um papel importante para os ecossistemas, pois elas auxiliam na polinização, por isso é importante a remoção em segurança, quando possível, ao invés do extermínio dos enxames”, explica a bióloga do Centro de Controle de Zoonoses, Carla Chala.

A CONDUÇÃO correta das abelhas protege a população e o meio ambiente

A CONDUÇÃO correta das abelhas protege a população e o meio ambiente

TRABALHO DA BRIGADA APÍCOLA

A Brigada Apícola atende com prioridade ocorrências de infestações e enxames em órgãos públicos, vias públicas e residências particulares de pessoas de baixa renda. Os apicultores cadastrados são voluntários, e recebem como atrativo o fato de, quando o enxame é removido por completo, poderem ficar com as abelhas, auxiliando na sua atividade de subsistência.

“Muitas vezes, no entanto, as abelhas não permanecem nas caixas que utilizamos para a retirada. Tudo depende da abelha rainha: se ela fica na caixa as outras ficam, do contrário, o enxame se dispersa”, complementa Carla. Para atender melhor a população, e sem sobrecarregar os voluntários, é necessário ampliar a equipe de apicultores da Brigada.

Para voluntariar-se ou solicitar o serviço da Brigada Apícola o contato se dá pelo telefone 3284-7731. Não é cobrada nenhuma taxa para fazer a retirada, ficando a cargo do morador beneficiado apenas prover a caixa para remoção das abelhas. A Brigada não atende emergências, pois cada caso precisa ser analisado, a fim de averiguar se a melhor solução é a remoção ou o extermínio do enxame (a Brigada Apícola é habilitada apenas para a remoção). A remoção de vespas e camoatins também não é feita pela Brigada Apícola, que atua exclusivamente com abelhas.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções