Diário da Manhã

quarta, 05 de agosto de 2020

Notícias

COLÔNIA Z3 : Pescadores à espera do camarão

COLÔNIA Z3 : Pescadores à espera do camarão
09 janeiro
08:31 2020

Expectativa. Este é o clima dominante na Colônia Z3, 2º distrito de Pelotas. Para os pescadores, é hora de arrumar as embarcações e as redes para captura do camarão e da tainha.

A abertura oficial da temporada é o dia 1º de fevereiro e, até lá, é esperado que não venha chuva forte. O nível da Lagoa dos Patos, medido na régua de salga na manhã desta quarta-feira, indicava 60 centímetros – marca favorável para a água salgar.

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), acompanha as reformas e adaptações da sede da agroindústria de pescado da Z3. “Neste ano, de acordo com exigências legais de boas práticas, de parte da Vigilância Sanitária, o produto comercializado nas feiras e bancas tem que ser processado em local adequado, específico para manipulação, beneficiamento e acondicionamento, a fim de garantir qualidade”, lembra o secretário Jair Seidel.

TODOS esperam boa safra este ano

TODOS esperam boa safra este ano

O presidente do Sindicato dos Pescadores da Colônia Z3, Nilmar Conceição, afirma que a situação atual da Lagoa apresenta as melhores perspectivas dos últimos anos. “Não tem previsão de chuva e o nível está baixo. A expectativa é de que tenhamos camarão. Esperamos que o clima se mantenha como está”, pondera.

O Sindicato possui cerca de 800 pescadores associados. Destes, aproximadamente 600 estão licenciados para a pesca. Gladimir Rodrigues Sanches é um pescador profissional. Para ele, “a safra do camarão é o meio das famílias programarem alguma coisa, como melhorias nas próprias casas, além dos gastos de rotina”. Gladimir já decidiu que usará os recursos para rebocar sua moradia. Sua esposa, Natália, ajuda no período de pesca, limpando os peixes, descascando camarão e cuidando da manutenção do bote e do material. “Quando chego do mar, ela se encarrega dos produtos, das roupas e da organização de tudo.”

Fabrício Matos conta que quando a temporada de pesca se aproxima, foca na preparação para o período de pesca na Colônia Z3. Limpando corvinas às margens da Lagoa, para consumo e venda, o pescador afirma que tudo indica que a safra vai ser boa.

Junto a uma turma de pescadores, em meio a uma roda de conversa, Wilson Roberto Mota Neitzke comenta que a água já deveria estar salgada. No entanto, o pescador de 70 anos, morador na Z3, filho de pai que praticou durante toda a vida a atividade de pesca, não deixa o otimismo de lado e espera uma safra promissora.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções