Diário da Manhã

segunda, 18 de novembro de 2019

Notícias

EVENTO INTERNACIONAL : Festival de Folclore e Artes Populares reúne 120 artistas

EVENTO INTERNACIONAL : Festival de Folclore e Artes Populares reúne 120 artistas
18 outubro
08:30 2019

A quarta edição do Festival Internacional de Folclore e Artes Populares de Pelotas (Fifap) foi aberta, oficialmente, na noite de quarta-feira, no Salão Nobre do Paço Municipal. A prefeita Paula Mascarenhas acompanhou a primeira ação alusiva ao evento, também marcada pela recepção aos artistas que integram o encontro cultural – mais de 120 bailarinos de diversos estados e países apresentam aos pelotenses, até domingo (20), diferentes culturas e riquezas inerentes a cada território dos quais se originam.

A atividade – que não é competitiva – reúne companhias de danças folclóricas do Brasil, Argentina e Uruguai, e promove atividades gratuitas e abertas à comunidade durante os quatro dias do evento. A intenção é compartilhar parte da história e as peculiaridades das regiões através de danças, músicas, vestimentas e costumes. Setenta e sete artistas são de fora da cidade; destes, 40 de outros países – aspecto importante para o fomento do turismo, o que impacta na economia local.

O EVENTO terá diversas atrações como oficinas e apresentações em escolas públicas, desfile de rua, apresentação de espetáculos de danças folclóricas compondo um rico mosaico cultural em Pelotas

O EVENTO terá diversas atrações como oficinas e apresentações em escolas públicas, desfile de rua, apresentação de espetáculos de danças folclóricas compondo um rico mosaico cultural em Pelotas

DIVERSIDADE ENRIQUECEDORA  

A prefeita afirmou que o festival é portador de uma mensagem importante, sobretudo, em tempos onde as diferenças afastam as pessoas e são motivo de ódio e desentendimento.

“Vocês que vivem do folclore são a prova de que a nossa riqueza se faz a partir das diferenças de cada povo. É um lembrete de solidariedade, união e desenvolvimento fraterno, que é o que esperamos ver em todo o país e no mundo”, salientou.

Paula lembrou as origens de Pelotas, apontando a diversidade como um dos aspectos que melhor a define. Lembrou das culturas intrínsecas a sua formação, como a africana e a portuguesa, e a contribuição de imigrantes franceses, italianos, espanhóis, judeus, árabes e japoneses, que consolidam este cenário. “Em Pelotas, não faltam etnias que nos caracterizam. Somos a soma desta diversidade e isso nos singulariza”, enfatizou.

Com o apoio da Prefeitura, através das secretarias de Cultura e de Desenvolvimento, Turismo e Inovação, o Festival é promovido pela Organização Internacional de Folclore e Artes Populares (IOV), IFSul e UFPel.

TEMPO DE APRENDER E COMPARTILHAR

Para o diretor do Balé Folclórico Departamental de Tacuarembó – delegação uruguaia –, Alvaro Cuello, o festival é sinônimo de intercâmbio de culturas e momento para aprender e compartilhar conhecimento. “A expectativa é sempre muito grande. Estamos muito felizes de estar aqui pela segunda vez”, disse o professor. Cuello salientou que o grupo de 13 bailarinos apresentará danças típicas da zona norte do país, como a chimarrita, além de homenagear o cantor uruguaio Alfredo Zitarrosa durante os espetáculos.

Um dos diferenciais da programação é a proximidade com a população e a descentralização dos espetáculos: entre as atrações, serão realizadas dez oficinas e apresentações em escolas públicas, além de um desfile que tomará as ruas pelotenses, a fim de valorizar as diferentes culturas, estimular o interesse para o conhecimento delas e alcançar um maior número de pessoas. A Abambaé Companhia de Danças Brasileiras, agrupação sediada em Pelotas, é o grupo folclórico anfitrião do Fifap.

ATRAÇÕES

Grupos étnicos de cultura alemã e danças populares brasileiras também marcam presença no encontro representando o Brasil. As delegações que trazem a cultura uruguaia e argentina à cidade são da Escuela de Danzas Rumbo Norte e do Ballet Folklórico Latinoamericano Santiago del Estero, respectivamente. São grupos parceiros da Festival, nesta edição, o Rancho do Centro Português de Pelotas, o Centro de Ação Social, Cultural e Educacional – Odara, Anisah Danças Árabes, Invernada Artística do CTG Carreteiros do Sul e Espaço Olé – Folclore Espanhol. Saiba mais sobre cada atração no site do Fifap (http://fifap.org/).

PRESENÇAS

Além do vice-prefeito Idemar Barz, acompanharam a abertura o secretário de Desenvolvimento, Turismo e Inovação, Gilmar Bazanella; a vice-reitora do IFSul, Adriane Menezes; o coordenador do projeto no IFSul, Diego Pereira; e a vice-diretora do Centro de Artes da UFPel, Nádia Sena; e a assessora de Relações Institucionais; Clotilde Victória.

PROGRAMA FIFAP

Comentários ()

Seções