Diário da Manhã

sábado, 23 de março de 2019

Notícias

Homem se acorrenta no portão de construtora

15 março
08:25 2019

Uma convivência que há dois anos começou a tornar-se problemática. De acordo com a vítima, senhor de 66 anos, próximo à sua residência no perímetro central, a sede de uma construtora, tem causado inúmeros transtornos. São ruídos de máquinas pesadas, a estridência de equipamentos.

A vítima relatou na Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), que já tentou dialogar com os funcionários, inclusive sugerindo que executassem as tarefas mais ao fundo. Porém, apesar dos sucessivos contatos, afirma que foi tratado com desdém.

O sexagenário alega que tem problemas de saúde, e regularmente necessita fazer exames. Mas sua condição tem se agravado, em decorrência do movimento e intensidade de sons ao lado de casa.

Num gesto extremo, nesta semana ele acorrentou-se junto ao portão da empresa. Alguns funcionários, no entanto, cuspiram nele, ameaçaram passar com o caminhão e também o intimidaram com ferramentas. Ele não ficou lesionado, mas exige providências, e foi orientando a procurar o Ministério Público.

CabeçalhoPRESÍDIO – No início da madrugada de quinta no Presídio Regional de Pelotas, quando estavam chegando apenados que têm atividades externas, houve a fuga de M. P. S. de 38 anos. Conforme o registro na Delegacia de Pronto Atendimento (DPPA), o apenado é considerado de confiança. Assim, embora no regime fechado, judicialmente estava autorizado à permanência no albergue do Presídio. Na quinta-feira, aproveitou-se da movimentação e deixou o local. Agentes penitenciários, com apoio da Brigada Militar, deslocaram até o endereço da esposa do preso, que reside na zona norte. No local, ele foi encontrado e recapturado. Sem lesões, foi conduzido à delegacia para o registro do boletim de ocorrência.

FURTO de cartões bancários, que estavam junto com as senhas, e guardados na bolsa de idosa de 82 anos. Conforme a vítima, ela verificou o furto quando foi tentar sacar a pensão. No banco, foi informada que, domingo à noite, houve dois saques, respectivamente de R$400,00 e R$600,00. Conforme orientação na agência, os saques foram registrados através de câmeras. Na delegacia, ela registrou que desconfia de alguém que tem acesso à moradia. E acrescentou que, ao fim de 2018 e início deste ano, também foi vítima de furtos financeiros.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções