Diário da Manhã

sábado, 19 de setembro de 2020

Notícias

Lockdown em Pelotas terá barreiras nas principais vias

Lockdown em Pelotas terá barreiras nas principais vias
07 agosto
09:11 2020

Operações terão como objetivo fazer cumprir as medidas de fechamento de atividades e restrição da circulação de pessoas

prefeita Paula Mascarenhas reuniu-se com representantes das forças de segurança do município na sala de reuniões da Prefeitura nesta quinta-feira (6), para tratar sobre as operações integradas de fiscalização do lockdown que se inicia no sábado (8) às 20h e se estende até terça-feira (11).

As forças de segurança do município desempenham papel central no enfrentamento do coronavírus em Pelotas. O fato das instituições já trabalharem de forma integrada agilizou nossa resposta à pandemia. Agora temos um novo desafio, que é o lockdown pela primeira vez no município. Peço sensibilidade e bom senso de todos para abordar e orientar a população e, assim, evitar ao máximo a circulação de pessoas na cidade”, disse a prefeita.

Paula explicou que foi editado um novo decreto sobre o lockdown, no final da tarde desta quinta-feira, com mais detalhes das atividades permitidas e suspensas durante o fechamento. Diversas empresas e instituições entraram em contato com a Prefeitura para sanar dúvidas sobre o funcionamento durante o lockdown, e certas atividades específicas serão toleradas, com restrições.

“Nossa equipe fica à disposição todo o período do lockdown, para tirar dúvidas sobre os decretos e auxiliar os agentes de segurança que estarão na linha de frente em contato com a população”, explicou Paula.

“Nossa equipe fica à disposição todo o período do lockdown, para tirar dúvidas sobre os decretos e auxiliar os agentes de segurança que estarão na linha de frente em contato com a população”, explicou Paula.

Cuidadores de idosos, pessoas vindas da Estação Rodoviária de Pelotas, onde ocorrerão todos os embarques e desembarques de ônibus intermunicipais (com exceção dos ônibus do Capão do Leão, cujo ponto final é no Centro), funcionários de açougues que atuam na regulação de câmaras frias e trabalhadores que moram em Pelotas, mas trabalham em outros municípios, poderão circular, especificamente para realizar estas atividades.

A chefe do Executivo observou, ainda, que essa é a primeira experiência de lockdown em Pelotas, portanto, novas situações que se configuram como emergenciais, poderão ocorrer, mesmo que não estejam inclusas no decreto.

“Nossa equipe fica à disposição todo o período do lockdown, para tirar dúvidas sobre os decretos e auxiliar os agentes de segurança que estarão na linha de frente em contato com a população”, explicou Paula.

Barreiras rápidas nas principais avenidas da cidade, abordagens de pessoas e veículos e fechamento de acesso a locais estratégicos onde costumam ocorrer aglomerações estão entre as ações planejadas pelos agentes de segurança.

Participaram do encontro o vice-prefeito Idemar Barz, os secretários de Transporte e Trânsito, Flávio Al-Alam, de Segurança Pública, Samuel Ongaratto, de Gestão da Cidade e Mobilidade Urbana, Jacques Reydams, o comandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM) tenente-coronel Márcio Facin, o comandante da Guarda Municipal, Igor Bretanha, o delegado regional da Polícia Civil, Márcio Steffens, e representantes do Corpo de Bombeiros Militar e Vigilância Sanitária.

 

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções