Diário da Manhã

terça, 23 de abril de 2019

Notícias

Prefeitura promete mudar moradores em até 30 dias

17 setembro
21:36 2013

Depois de interromper o trânsito no prolongamento da avenida Bento Gonçalves, na segunda-feira, moradores da margem do Santa Bárbara “recebem” nova promessa da UGP de entrega de imóveis no Loteamento Mauá até meados de outubro.

protesto moradores canal - alisson (1)

FOTO: Alisson Assumpção/DM

A luz no fim do túnel para os moradores da margem do Canal Santa Bárbara e outras regiões da cidade, dentre elas a margem do São Gonçalo e Vila Farroupilha, parece estar mais próxima. Pelo menos essa é a “intenção” da Unidade Gerenciadora de Projetos(UGP), da Prefeitura Municipal, segundo a superintendente Cláudia Leite.

Em conversa com a Reportagem do Diário da Manhã, ontem, Cláudia garantiu que as residências do Loteamento Mauá – cerca de 152 casas – na rua Barão de Mauá, próximo à Ceval, estão sendo recuperadas para, em princípio, até o final deste mês ou no máximo até o dia 15 de outubro, estarem aptas a receber os moradores que residem na áreas consideradas de riscos. As casas, segundo a gestora, estão passando por um processo de recuperação, precisam de alguns consertos.

“Estamos finalizando os reparos em virtude da depredação em algumas das casas, mas assim que as reformas forem concluídas os moradores de várias áreas de risco serão transferidos para esse local”, garantiu Cláudia.

Na segunda-feira, no final da tarde, moradores da “margem do Santa Bárbara fecharam as pistas do prolongamento da avenida Bento Gonçalves, sentido centro-bairro e vice-versa, junto à ponte sobre o canal, próximo ao Terminal Rodoviário. A ação foi um protesto contra o que consideram demora da Prefeitura para resolver a situação da transferência das 18 famílias – cerca de 150 pessoas – na maioria crianças, que residem de forma precária no local.

Ao saber da promessa da UGP, a líder do movimento, Josiani Correa, disse à Reportagem do Diário da Manhã que a promessa da UGP, com data, já é um começo. Mas ela, assim como os demais moradores, espera por um final feliz, no mais breve espaço de tempo.

“Estamos cansados de promessas que se arrastam há quase dois anos. E vamos esperar que essa seja a última, que a prefeitura cumpra o que está prometendo”, afirma, sem descartar a hipótese de novos protestos com fechamento das pistas no prolongamento da Bento Gonçalves.

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções