Diário da Manhã

domingo, 14 de agosto de 2022

Notícias

BLOCO DE BLUES : Apresentação reúne guitarristas

21 julho
09:26 2022

Nesta quinta às 20h30min, Yuri Marimon e Eric Peixoto

Por Carlos Cogoy

Noite especial para assinalar a 22ª edição do “Bloco de Blues”, cuja coordenação está a cargo do compositor e escritor Cesar Lascano. No espaço “Bloco” – rua Antônio dos Anjos 1.020 -, encontro sonoro com os guitarristas Yuri Marimon e Eric Peixoto. Como é praxe nas edições do Bloco de Blues, jam session com a participação de convidados e amigos como o instrumentista Junior Vieira. O espaço abre às 18h30min.

YURI MARIMON está divulgando o EP “Ao vivo na Casa do Sol”, que foi lançado ao fim de junho, e está disponível nas plataformas digitais. A gravação ocorreu no Laranjal em abril, e contou com Bruno del Pino (bateria), Lúcio Ferro (baixo), e Cleber Vaz (teclados). No EP, divulga o instrumentista, instrumental “Estação Basílio” de Cleber Vaz, e “Sigo o Sol” e “O Blues”, que resultam de parceria com o poeta Valder Valeirão. Em 2021, Yuri lançou o álbum autoral “Estação Basílio”. No ano anterior, o álbum “Milonga Urbana”. Há seis anos, Yuri concluiu a formação em composição na UFPel. Mas a relação com a música remonta aos onze anos, quando tocou uma guitarra pela primeira vez. O instrumento era de amigo do pai, e a experiência ocorreu no Basílio, interior de Piratini. Aos doze, porém, ele passou a aprofundar o estudo da guitarra, e também do violão. No DNA musical, o avô Ney que foi gaiteiro, e animou bailes entre os anos quarenta e setenta do século passado.

Em 2018, ingressou na banda Matudari, e participou de clipes e shows. Também foi um dos três da banda Mato Cerrado. Como guitarrista, inúmeros projetos com músicos locais.

Lourenciano Junior Vieira participará do “Bloco” com Eric Peixoto

ERIC PEIXOTO de Santa Vitória, cursou a produção fonográfica na UCPel, e integrou o projeto Diablues. Também foi o idealizador do proejto RockMedley, em parceria com o intérprete Matheus Torres. A banda percorreu o Estado, e gravou autorais. Em Montevidéu, há cinco anos, acompanhou o músico francês Matt de Harp. Entre 2017 e 19, a convite do baterista Edinho Galhardi, passou a integrar a antológica Garotos da Rua, que realizou shows na região sul. Em 2019, gravou guitarras e arranjos para o disco “Neura” de Juliano Guerra, que recebeu o Açorianos. Eric também criou o Vacamarela, com repertório autoral, e esteve no projeto As Longas Viagens.

Comentários ()

Seções