Diário da Manhã

sábado, 10 de abril de 2021

Notícias

Brasil sente ausências e perde para o Ypiranga em Erechim

01 abril
08:45 2021

Por: Henrique König

O Brasil perdeu mais uma. Em Erechim, em duelo das 20h, desta quarta-feira (31), o Xavante encerrou o março com apenas oito pontos em oito rodadas. Com o gol de Reinaldo Dutra, em escanteio do primeiro tempo, o Ypiranga derrotou o Rubro-Negro pelo placar de 1×0.

O Xavante não contou com Jarro e Igor Miranda, quase recuperados fisicamente, mas que não viajaram a Erechim. Gabriel Terra, que tem lesão mais grave, e é aguardado somente para Série B. Para regularizar neste último dia, os meias Wesley Hudson e Paulo Victor e o atacante Junior Viçosa são esperança de reforços na próxima.

Rubro-Negro tem novamente muita dificuldade na criação de oportunidades e sai derrotado da 8ª rodada do Gauchão; Próximo compromisso é Bra-Pel

A próxima é justamente o Bra-Pel. O clássico contra o Pelotas é domingo (4), às 20h, no Bento Freitas. Os rivais pelotenses seguem ameaçados de rebaixamento.

PARTIDA APÁTICA NO COLOSSO DA LAGOA

Na arrancada do jogo em Erechim, inversão de Artur para Vidal e falta para o Brasil na direita. Cobrança feita e a defesa colocou para escanteio. Na cobrança do corner, Ícaro cabeceou por cima e lamentou. O Ypiranga não demorou a responder. Encontrou espaços pela direita de ataque e a finalização da marca do pênalti foi salva por Artur, quase sobre a linha.

O Ypiranga crescia no jogo e uma finalização de fora da área foi por cima da meta, levando perigo a Matheus Nogueira. Aos 24 minutos, de estar melhor na partida, o Ypiranga conseguiu seu gol. Escanteio da direita e Reinaldo Dutra, ex-Pelotas, concluiu para o fundo das redes: 1×0. O Brasil sentiu o tento sofrido e demorava a se reorganizar. Em um buraco da defesa

xavante, o jogador do Ypiranga recebeu lançamento, mas não dominou e Matheus Nogueira defendeu, aos 29’.

Apenas Netto tentava algo na individualidade. Por duas vezes arriscou de fora da área. Na primeira, o goleiro Deivity deu rebote para frente e Cristian quase conseguiu concluir. Na segunda tentativa, a bola foi cruzada pela linha de fundo, sem muito perigo. Assim, sem criação pelo meio, com muitas dificuldades, o Brasil encerrou a primeira etapa perdendo por 1×0.

A etapa final foi arrastada como poucas vezes se viu. Um jogo de quase nenhuma chance de gol. O Ypiranga administrava, sem forçar o ritmo. O Brasil, necessitado de correr pelo empate, não conseguia se impor.

O técnico Tencati olhava para o banco de reservas com pouquíssimas opções. Meia ou atacante de origem mesmo, somente o garoto Leo Ferraz. Felipe Saturnino, lateral que também faz as vezes de meia, ainda estreou pelo Brasil. Tentou um cruzamento em boa posição, mas a defesa afastou.

De fora da área, Rômulo tentou pelo Brasil e mandou para fora aos 26 minutos. O volante Revson, do Ypiranga, também tentou de longe, aos 28’, e mandou por cima da meta xavante. A melhor chance do Brasil só veio aos 47 minutos, com defesa do goleiro Deivity, para sustentar a vantagem de 1×0 até o último momento.

Derrota do Brasil em Erechim. A recuperação precisa vir no clássico Bra-Pel de domingo (4), às 20h, no Bento Freitas.

FICHA TÉCNICA: YPIRANGA 1×0 BRASIL

YPIRANGA: Deivity; Muriel, Reinaldo Dutra, Kanu e Ze Mario; Mikael (Revson), Clayton, Mossoró, Caprini, Jean Silvia e Diego Quirino. Técnico: Junior Rocha.

BRASIL: Matheus Nogueira; Vidal, Ícaro, Camilo e Artur; Everton Dias, Rômulo (Douglas Araújo), Bruno Matias, Matheuzinho (André Krobel), Netto e Cristian (Felipe Saturnino). Técnico: Claudio Tencati.

  • ÁRBITRO: Jonathan Pinheiro, com Lucio Flor e Luiza Reis.
  • Partida válida pela 8ª rodada do Campeonato Gaúcho, disputada no Colosso da Lagoa, em Erechim

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções