Diário da Manhã

domingo, 14 de agosto de 2022

Notícias

CINE UFPEL : Videodança “Cães” em quatro sessões gratuitas

CINE UFPEL : Videodança “Cães” em  quatro sessões gratuitas
24 junho
09:50 2022

Nesta sexta às 16h, 17h, 18h e 19h, exibições de “Cães” e o curta “Axêro”

Por Carlos Cogoy

Uma sexta-feira especial com sessões gratuitas no Cine UFPel – rua Lobo da Costa 447. As produções locais “Cães” e “Axêro”, serão exibidas gratuitamente em quatro horários: 16h; 17h; 18h; 19h.

Alexandra dirige “Cães”

CÃES tem roteiro e direção da professora Alexandra Dias (UFPel), foi realizado através do projeto “Outro Danças”, e a duração é de doze minutos. Originalmente, seria um espetáculo de dança, baseado na performance “Bitch”. Com a pandemia, no entanto, a estreia foi cancelada, e a apresentação virou uma produção de videodança. A iniciativa foi aprovada em edital do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PROCULTURA).

FILME RITUAL é um dos conceitos que embasam a produção. Conforme a divulgação: “O filme parte de uma investigação em torno de uma corporeidade selvagem. Esse processo de pesquisa teve início nos estudos teórico-práticos da diretora sobre a antropofagia no corpo, os quais geraram uma corporeidade que oscila entre pessoa e cão. E, é por meio do trânsito entre cão e homem, que o trabalho dança a masculinidade nos corpos. Assim, o filme explora o que chamamos de uma possibilidade xamânica de transição. ‘Cães’ é, portanto, um filme-ritual que traz homens fruindo seus corpos de forma coletiva, celebrando sua existência como matilha”. A produção é da Campos Neutrais e NOZ Audiovisual. Indicativo de faixa etária: dezesseis anos.

Gessi Konzgen em “Axerô”

ELENCO reúne Alêxander Christopher Pereira Garcia, Brendon Miranda, Ítalo Ribeiro, Janiel Bitencourt, Jarrão, Manoel Timbaí e Maurício Ploenals. Na equipe: Takeo Ito (direção de fotografia e edição); Christian Benvenuti (trilha sonora original); Chico Maximila (direção de produção); mestre Jarrão (preparação corporal); Ana Mercedes Hernandez (figurino); Paloma Goveia (maquiagem); Camila Albrecht (fotos); Tupax Pindoramogràphïco (design gráfico). Participou como dramaturga do projeto em sua fase inicial, ainda como espetáculo, a artista Tatiana Duarte. Também integraram a primeira fase, o bailarino Denilson Cosseres, e as figurinistas Joana de Leon e Luzia de Leon (Filhas de Molambo). A OUTRO Danças contou com o apoio do Espaço Relva Cultural, da Organização PONTO Capoeira e da UFPel, através do projeto de pesquisa Antropofagias no Corpo e nas Artes da Cena.

AXÊRO tem direção de Maria Falkembach (UFPel), e o filme conta com a interpretação de Gessi Könzgen e Jão Cruz. Com duração de trinta minutos, o filme “revê a história da cidade e dá lugar às personagens negras, e à cultura milenar africana atualizada por seus corpos, trabalho e rituais”. A realização é do grupo Tatá e do coletivo Fio da Navalha, e conta com financiamento do Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Procultura). A partir desta sexta, estendendo-se até 1º de julho, o filme pode ser assistido no canal “grupotata” no Youtube.

Comentários ()

Seções