Diário da Manhã

domingo, 01 de agosto de 2021

Notícias

Em celebração de 60 anos do BRDE, Leite reforça atuação do banco no enfrentamento à pandemia

Em celebração de 60 anos do BRDE, Leite reforça atuação do banco no enfrentamento à pandemia
16 junho
14:45 2021

Governadores Reinaldo Azambuja (MS), Eduardo Leite e Ratinho Júnior (PR), além da diretor-presidente Leany durante evento online – Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini (foto anexa)

O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), principal referência como instituição de fomento de caráter público no apoio a produtores rurais e empresas nos três Estados do sul do país, celebrou, nesta terça-feira (15/6), seu aniversário de 60 anos. A cerimônia de comemoração ocorreu em formato híbrido e pode ser conferida, na íntegra, neste link.

Entre os maiores bancos em tamanho de carteira de crédito do Brasil, com R$ 13,5 bilhões, o BRDE tem como missão promover o desenvolvimento econômico e social de toda a região de atuação, compromisso cada vez mais alinhado com as agendas da inovação e da sustentabilidade.

Além de financiar projetos de longo prazo para empreendimentos públicos e privados de todos os portes, a instituição vem dando uma resposta importante às necessidades de maior capital de giro aos segmentos mais afetados pela pandemia de Covid-19. O BRDE fechou 2020 com mais de R$ 3,3 bilhões em crédito para investimentos e capital de giro a empreendedores dos três Estados acionistas – Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, além da parceria com Mato Grosso do Sul.

“Estarmos celebrando este aniversário significa celebrar que, por 60 anos, diante de cenários econômicos incertos, de dificuldades, de pandemia, e de tantas outras adversidades, esse banco, fruto da união de esforços entre três Estados do Sul do Brasil, e do Mato Grosso do Sul, via Codesul, não só resiste às dificuldades dos tempos como é um apoio importante para enfrentá-las nos Estados. Além de dar suporte a tantas iniciativas do setor privado, de pequenas fábricas às grandes instalações, o BRDE tem sido, ao longo da pandemia, parceiro importante para o capital de giro, que também é financiado por meio do banco nesse momento crítico da pandemia, e vai ser parceiro fundamental na retomada econômica pós-Covid”, disse o governador Eduardo Leite.

Diante de um cenário de crise, além dos próprios recursos, o banco vem trabalhando por meio de parcerias com outras instituições, nacionais e internacionais, com o objetivo de contemplar tanto o crédito emergencial em momento de extrema dificuldade para os empreendedores como o apoio a novos investimentos.

“Logo nos primeiros movimentos da pandemia, percebemos que o que viria a se impor teria um impacto econômico, devido às restrições que se fizeram necessárias para poupar vidas, e não apenas as restrições no RS, mas também aquelas em outros Estados e países que afetaram a demanda e o abastecimento de determinados insumos e equipamentos necessários para a produção. Tudo isso afetou a economia de uma forma muito forte. Começamos a buscar os caminhos para que pudéssemos estender a mão, e o BRDE foi imediatamente percebido como o braço que teríamos, com força, com fôlego, com estrutura e com expertise, para dar suporte a quem mais precisaria. O banco teve de se reposicionar e fez isso com competência, se adaptou à realidade, e estruturou novas formas de apoio e novas linhas de financiamento, com prazos de carência fundamentais para quem estava sendo mais afetado”, relembrou Leite.

“É com muito orgulho que percebemos a nossa responsabilidade, como dirigentes de uma instituição, de honrar esse legado e de construir juntos, alinhados com os interesses dos nossos Estados, mas também com a visão de futuro que seja regional e que seja para impactar a qualidade de vida das pessoas. É a celebração da força de uma ideia, da ambição que foi criada lá atrás, e que, para que se consolidasse, contou com a colaboração, trabalho e dedicação de muita gente, além do esforço empreendedor dos nossos clientes que geram renda, riqueza e empregos, e que são o foco da nossa atuação”, destacou a diretora-presidente do BRDE, Leany Lemos. Em seis décadas de atuação, o banco já alcança a marca de R$ 200 bilhões em operações de crédito.

Nesse sentido, um aspecto relevante é o compromisso assumido pelo banco como signatário da Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pelas Nações Unidas. “A partir da diversificação das nossas fontes de funding, houve também um esforço em ampliar os programas e linhas para atender a esse compromisso, o que compreende desde projetos para o uso e produção de energias renováveis, agricultura de baixo carbono e obras de saneamento, mas também estímulo ao empreendedorismo das mulheres”, acrescentou Leany. Aproximadamente 83% da carteira de crédito é aderente a, no mínimo, um ODS.

Além do governador Eduardo Leite, participaram do evento híbrido os governadores Ratinho Júnior (PR) e Reinaldo Azambuja (MS), o diretor de planejamento do BRDE, Otomar Vivian, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Gustavo Montezano, além de representantes de bancos internacionais, como o vice-presidente do Banco Europeu de Investimento (BEI), Ricardo Mourinho Félix, o diretor regional da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), Philippe Orliange, o representante do Grupo BID no Brasil, Morgan Doyle, e o representante do CAF no Brasil, Jaime Holguín, entre outros.

Palavras-chave

Notícias Relacionadas

Comentários ()

Seções